Bulgária: BNT "sem planos para um regresso" ao Festival Eurovisão


A emissora da Bulgária revelou, através das redes sociais, que o Festival Eurovisão "não se encaixa na estratégia de conteúdos da emissora" e que não "tem planos para um regresso".

A emissora estatal da Bulgária revelou, através das redes sociais, que não tem planos para regressar ao Festival Eurovisão num curto prazo. O anúncio foi feito através do Twitter em resposta a um seguidor que perguntava sobre um eventual regresso, tendo o tweet sido posteriormente apagado. "Mais certezas sobre o assunto serão disponibilizadas mais tarde. Nesta altura não há planos para um regresso num futuro próximo, já que o programa não se encaixa na estratégia de conteúdos da emissora".

De realçar que, até ao momento, a BNT ainda não confirmou a transmissão do Festival Eurovisão de 2019, tal como aconteceu em 2015, ano em que não marcou presença no certame internacional.


Estreante em 2005, a Bulgária participou em 12 edições do concurso, tendo falhado apenas as competições de 2014 e 2015. Depois de ter alcançado o melhor resultado de sempre em Kiev, tendo ficado em 2.º lugar atrás de Portugal, a Bulgária foi representada pelo grupo EQUINOX e "Bones" em Lisboa, alcançando o 14.º lugar com 166 pontos, 7 oriundos do júri português. Recorde a atuação de seguida:


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: BNT / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

6 comentários:

  1. Anónimo19:57

    Eles sabem que a eurovisao são só interesses

    ResponderEliminar
  2. Anónimo20:36

    Isto sim é uma notícia triste. O meu país favorito na eurovisão desde o seu regresso em 2016.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo20:59

    Nao percebo estes. Voltaram em grande com as 2 melhores classificações que ja tiveram e mais um bom lugar e depois do nada retiram se tanto do ESC como do junior e dizem que nao tencionam voltar porque nao se enquadra com os padrões da emissora... Sera mau a perder? E que neste momento todos os paises querem participar no ESC. E uma montra do país para o resto da Europa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou se calhar já toparam que aquilo é um cozinhado de interesses,e por isso acham que não têm hipóteses de ganhar.

      Eliminar
    2. Anónimo23:07

      Seguramente é uma questão de mau perder. Depois de duas posições brilhantes em 2016 e 2017, convenceram-se de que iriam ganhar em Portugal. Ficaram muito longe disso. Daí a desilusão e retirada.

      Eliminar
    3. Anónimo02:11

      Na minha opinião aquele bones dos equinox era de longe a melhor música q passou por cá

      Eliminar