Ucrânia: Deputados ucranianos exigem proibição ao cantor Toto Cutugno por "posições pró-russas"


Um grupo de deputados ucranianos exigiu que Toto Cutugno seja incluído na lista-negra de artistas por alegadas posições pró-russas. O manager do artista garante que "Toto sempre esteve fora do âmbito político e nunca tomou posições".



Dias depois de ter sido revelada a inclusão de Al Bano na lista de indivíduos considerados uma ameaça à segurança nacional ucraniana, um grupo de deputados da Ucrânia exigiu que Vasily Gritsak, chefe dos serviços secretos (SBU) proíba o cantor italiano Toto Cutugno de entrar no país devido a alegadas posições pró-russas. Viktor Romanyuk, um dos responsáveis pelo pedido, foi também o responsável pela campanha nas redes sociais contra o cantor.

Abordado pela agência ANSA, Danilo Mancuso, manager de Cutugno, garantiu que o artista italiano nunca esteve envolvido na política: "Toto sempre esteve longe do âmbito político e nunca se expressou em nenhuma direção" frisou, em comunicado.

Escolhido internamente pela RAI, Toto Cutugno representou Itália no Festival Eurovisão de 1990 com "Insieme:1992", conquistando a segunda vitória do país no concurso com 149 pontos, 10 oriundos de Portugal.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ANSA / Imagem: Google / Vídeo: Youtube

Sem comentários