SUÉCIA: JOHN LUNDVIK COM "TOO LATE FOR LOVE" É O VENCEDOR DO MELODIFESTIVALEN 2019


Depois de seis semanas de competição, eis os representantes da Suécia no Festival Eurovisão 2019: John Lundvik e "Too Late For Love" são os grandes vencedores do Melodifestivalen 2019 e representam o país em Israel.

Chegou ao fim mais uma edição do Melodifestivalen. Depois de percorrer a Suécia de norte a sul, coube à Friends Arena e a Estocolmo acolher os doze temas apurados: os oito vencedores de cada semifinal e os quatro vencedores de cada duelo da Andra Chansen:

A escolha do tema vencedor coube a um júri internacional (50%), composto por 8 países (Portugal, Áustria, Austrália, Chipre, França, Finlândia, Reino Unido e Israel) e à votação do público, através de chamada telefónica ou da APP (50%). 

Com 96 pontosJohn Lundvik conquistou o júri internacional, recebendo a pontuação máxima de todos países, incluindo Portugal. Nano, com 54 pontos, arrecadou o 2.º lugar; Hanna Ferm & LIAMOO, com 48 pontos, ficaram com o 3.º posto. 


O público concordou com o júri internacional. John Lundvik venceu o televoto, com 85 dos 464 possíveis. Bishara e Hanna Ferm & LIAMOO fecharam o pódio.


John Lundvik e "Too Late For Love" serão os representantes da Suécia no Festival Eurovisão 2019, em Israel. Aceda, de seguida, ao vídeo da atuação no Melodifestivalen 2019:



Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: SVT

23 comentários:

  1. Anónimo21:05

    Nada original e inspirada na canzao austriaca do ano passado, esta e a do UK irao anularse por serem do mesmo estilo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:41

      Pois engraçado que o intérprete sueco faz parte dos compositores da canção do UK xD

      Eliminar
  2. Anónimo21:12

    Ja levaram melhores. Muito desanimado com a escolha

    ResponderEliminar
  3. Não consigo gostar desta música, odeio...

    ResponderEliminar
  4. Mistura de Suécia 2018 (instrumental), Aústria 2018 e Bulgária 2016 (staging e presença em palco) ...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo21:25

    Ok vou viver para a Suécia de vez ! Adeus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:52

      Chauzinho

      Eliminar
    2. Anónimo22:09

      Não te enganes no caminho que ainda acabas na Aústria, como aquilo é tão parecido...

      Eliminar
    3. Anónimo22:31

      Anônimo das 22:09 concordo. Não querendo ser racista mas as suas tezes até são parecidas.

      Eliminar
  6. Anónimo21:31

    Incrivel como a Suecia nunca manda boas musicas... O juri internacional bem que puxou o Nano e a Lisa Ajax para cima mas estes suecos estragam tudo... So de pensar que se o John Ludvik nao participasse ia ganhar aquela fuleirice do Bishara

    ResponderEliminar
  7. Anónimo21:31

    A Melhor deste Melodifestivalen e a única com algumas hipóteses de uma boa classificação.

    ResponderEliminar
  8. Não gosto. Parece a música da Áustria do ano passado, mas pior.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo22:13

    Jon henrik, o unico que valoriza a propria cultura...suecia quer ser americana. Mais uma musica secante a falar de amor. Realmente está quase tudo muito cliche este ano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo13:47

      O Jon Henrink não é nada original. Estou cansado de ouvi-lo "cantar" sempre aqueles gemidos...

      Eliminar
    2. Anónimo21:37

      13:47 Não é original??? entao diz-me alguem que faça o que ele faz, diz-me alguem que esteja no mainstream ou que tenha ido ao ESC. Nao ha ninguem como o jon, é original precisamente por ter vindo de outra cultura e ter-se adaptado à cultura musical da suecia. Estou cansado desse voto odio desnecessario a tudo o que seja sueco. Gemidos??? eu acho que devias pesquisar sobre a cultura musical sueca fora do pop. O que tu chamas de gemidos eu chamo identidade propria. Ja eu estou CANSADO da popalhada que idolatram e enviam todos osanos.

      Eliminar
    3. Anónimo21:39

      E se nao achas o jon henrik original, que dizer do sobral. Enfim...pesquisem e ganhem cultura, nota-se quem conhece pouco da musica sueca fora do pop.

      Eliminar
  10. Anónimo23:19

    WOW a Anna e o Jon Henrik foram muito boicotados pelo júri internacional...que vergonha.
    Podia ser pior Suécia...levar o Bishara seria suicídio,voltar a ficar quase em ultimo no televoto de novo possivelmente xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:13

      Concordo nao percebo como o bishara seuqer foia final com aquela fuleirice

      Eliminar
  11. Anónimo23:30

    maravilhosa , tal como a noruega e suiça

    ResponderEliminar
  12. Anónimo01:42

    Isto no festival de 99 é que era. Soa a Revenge of the 90’s...

    ResponderEliminar
  13. Anónimo03:25

    É uma musica que podera lutar pela vitoria juntamente com a suiça e a holanda...grande musica

    ResponderEliminar
  14. Anónimo17:20

    A Suécia tem um bocado parecido com a Rússia, ou seja, tem a mania que tem as melhores canções em competição todos os anos, apesar de ser um bocadinho menos egoísta e mania da superioridade em relação á Rússia.
    A Suécia como a Rússia nunca ocuparam até ao momento o 1º lugar do meu top de cada ano da Eurovisão.
    Países vaidosos, porque pensam que tem as melhores músicas mas na realidade não tem.
    Tomara que a Rússia este ano não passe á final, mas infelizmente penso que vai passar, e um dos motivos que isso vai acontecer é o intérprete que este país escolhe-o para o representar na Eurovisão.

    ResponderEliminar