Júlio Isidro: "A Eurovisão já está muito além de um festival de canções"



Dias depois de ter descartado comentar a canção vencedora do Festival da Canção 2019, Júlio Isidro falou sobre a participação de Conan Osíris em Telavive: "Ele tem toda a legitimidade em estar na Eurovisão (...) Agora não faço a mínima ideia do que é que vai acontecer. 



Depois de ter marcado presença no Você na TV, onde admitiu falar de Conan Osíris e "Telemóveis" apenas na presença do seu advogado, como pode recordar AQUI, Júlio Isidro, presidente do júri das semifinais do Festival da Canção 2019, falou, ao Fama ao Minuto, sobre a canção vencedora da edição deste ano.

"Ele tem toda a legitimidade em estar na Eurovisão.(...) Agora, com as nuances todas da história da Eurovisão, não faço a mínima ideia do que é que vai acontecer." referiu quando abordado sobre a canção de Conan Osíris, recordando a edição de 2017 e a vitória de Netta Barzilai em Lisboa, "Se um dia, há dois anos, surpreendentemente, aparece um menino com um ar muito enfiado, até frágil, porque estava muito doente, a cantar uma bela melodia e ganha, a seguir ganha uma senhora com uma canção que fala de galinhas e não sei o quê. A história da Eurovisão está cheia destas contradições.".

Júlio Isidro, que esclareceu ter sido escolhido para presidente do júri apenas por ser o elemento mais velho e para que fosse o porta-voz dos pontos atribuídos por cada um, tendo o mesmo peso na votação que os restantes jurados, frisou também que "a Eurovisão já está muito além de um festival de canções (...) As canções têm de ser feitas todos os dias em Portugal pelos cantores e compositores e devem ser divulgadas nas rádios e na televisão. É isso que eu penso"

Aceda AQUI à entrevista na íntegra.


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Sapo / Imagem: RTP / Vídeo: Youtube

14 comentários:

  1. Anónimo15:07

    O Nuno Carrilho nunca desilude nos artigos nem na sua escrita. Parabéns !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:11

      Espero que um dia o seu talento seja devidamente reconhecido!

      Eliminar
    2. Anónimo23:44

      Não digo o Nuno Carillo em concreto, mas a Antena 1 para o ano em vez de convidar o Bernardo da wiwibloggs para comentar o fdc podia convidar alguém da escportugal

      Eliminar
  2. Anónimo15:36

    O Festival da Eurovisão NUNCA foi apenas um festival de canções.
    Nunca perceberam isso e por isso só ganhamos em 2017.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo16:00

    A canção da Netta não fala de galinhas.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo16:03

    No minimo de sorte para Portugal sera ficar entre top 10 ou top 15,este ano,Julio Isidro não é parvo algum,por isso bem se abstem em ficar Calado com a.concorrencia la fora,e com melhores cantores este que vão dar em força nas semi finais, como Holanda ,Suiça ,Israel ate mesmo Portugal ,sou emigrante e este ano aqui por casa nao votamos emem Portugal, so desejo que fique pelo menos no top 10 .

    ResponderEliminar
  5. Anónimo16:08

    O Júlio Isidro tem razao quando concorda que a Eurovisão é muito mais do que um concurso de canções ... mas perde a credibilidade quando, perante uma canção que claramente não é do seu gosto, a julga no campo da letra de forma errada. E o Júlio domina Inglês suficiente para saber do que era cantado do Toy. Mas acredito que um Toy cantado com uma letra portuguesa na voz de uma Ana Malhoa faria a sua vida mais feliz.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo16:16

    As pessoas insistem em comparar o Salvador com a Netta... Foram escolhidos pelo público pela mesma razao: a melhor canção e a figura mais bizarra.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo18:23

    Continuo sem perceber porque a RTP foi buscar o Julio para juri do Festival. Nunca a carreira dele tinha passado pelo Festival ou ESC. So apresentou Uma vez em 91, nunca foi comentador, nunca se conheceu nenhum amor pelo ESC... O Eladio tinha muito mais conhecimentos para estar no juri. Porque o foram colocar como presidente do juri, RTP?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:43

      Chama-se mama.

      Eliminar
    2. Anónimo22:41

      XD

      Eliminar
    3. Anónimo15:54

      Mas porque acham que tudo o que se involucra tem que amar o festival com tudo o seu coração e com toda a sua mente? Todo o mundo sabe que muito eurofã tem o sesgo de "procurar cançoes eurovisivas"

      Eliminar
  8. Anónimo18:48

    "A Eurovisão já está muito além de um festival de canções" corrigiria para: A Eurovisão já está muito além de um festival para músicos conservadores.

    ResponderEliminar