Islândia: Hatari distinguidos como 'Artista do Ano' nos Icelandic Music Awards


O grupo Hatari, representante do país em Telavive, foi distinguido como Artista do Ano nos Icelandic Music Awards, tendo criticado o governo no discurso de agradecimento.


Representantes do país no Festival Eurovisão 2019, o grupo Hatari foi distinguido como Artista do Ano na categoria pop, rock, eletrónica e hip-hop nos Icelandic Music Awards. No entanto, o trio aproveitou a oportunidade e criticou o governo islandês no discurso de agradecimento, com duras críticas dirigidas a Katrín Jakobsdóttir, primeira-ministra do país.

Matthías Tryggvi Haraldsson, líder do grupo, questionou, durante o discurso, se "a Islândia pertence realmente ao grupo dos países que respeitam os direitos humanos, a democracia e o cumprimento da lei", garantindo estar "confuso com tudo isso", em clara alusão aos recentes escândalos em torno de alegadas violações da independência judicial.


Estreante em 1986, a Islândia conta com 31 participações no Festival Eurovisão, tendo como melhor resultado o segundo lugar alcançado em 1999 e 2009 por Selma e Yohanna, respetivamente. Fora da Final desde 2014, a Islândia voltou a falhar o apuramento para a Grande Final em Lisboa: representado por Ari Ólafsson e "Our Choice", o país ficou no último lugar da semifinal com apenas 15 pontos, não tendo recebido qualquer pontuação do televoto.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovision-Spain / Imagem: Google / Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários