ESC2019: Sanções a aplicar à Ucrânia serão discutidas após o Festival Eurovisão 2019


A EBU/UER revelou que as possíveis sanções a aplicar à Ucrânia pela retirada do Festival Eurovisão 2019 serão discutidas após o evento em reunião do Grupo de Referência.


Dave Goodman, diretor de comunicação da EBU/UER, revelou, recentemente, em entrevista à agência TASS, que o organismo apenas discutirá as possíveis sanções à emissora ucraniana UA:PBC depois do Festival Eurovisão 2019: "A EBU/UER e a emissora KAN estão concentradas em tornar o Festival Eurovisão 2019 num evento espetacular. Qualquer outra decisão sobre a retirada da UA:PBC do evento será feita após a sua realização" respondeu quando questionado sobre as possíveis medidas de sanção a aplicar à emissora ucraniana.


"A decisão será tomada em consulta com o Grupo de Referência do evento" completou Dave Goodman, garantindo que os esforços da EBU/UER estão concentrados na realização do concurso, que terá lugar em maio em Telavive.

De realçar que a emissora ucraniana UA:PBC anunciou, no final de fevereiro, que abandonaria o Festival Eurovisão 2019, mais de dois meses após o terminus do prazo legal para a retirada das candidaturas sem sanções. A retirada baseou-se na polémica em torno da recusa de MARUV, cantora escolhida, em assinar um contrato com a emissora ucraniana que, entre outras cláusulas, exigia o cancelamento das suas atuações na Rússia. Nos dias seguintes, o segundo e terceiro classificado do Vidbir 2019 também recusaram representar o país, o que levou a emissora a retirar-se do concurso. Por sua vez, a UA:PBC garantiu o regresso em 2020, excepto se a Rússia ganhar em Telavive.


A Ucrânia é um dos países mais bem sucedidos no Festival da Eurovisão. Em 15 participações no concurso, conta com duas vitórias e nove colocações no top10 da Grande Final, sendo, juntamente com a Austrália, o único país que nunca falhou o apuramento. Em Lisboa, MELOVIN representou o país com "Under The Ladder", tendo terminado em 17.º lugar com 130 pontos, 4 deles oriundos do televoto português.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: TASS/ Imagem: Google /Vídeo: Youtube

1 comentário: