[Casas de Apostas] Portugal ocupa a 10.ª posição nas preferências dos apostadores


Portugal desceu para o 10.º lugar nas Casas de Apostas para vencer o Festival Eurovisão 2019. Holanda continua na liderança, seguida da Rússia e Suécia.

Depois de subir ao 7.º lugar nas Casas de Apostas depois da Grande Final do Festival da Canção 2019, Portugal ocupa, atualmente, o 10.º lugar nas principais bolsas de apostas para vencer o Festival Eurovisão 2019. Conan Osíris e "Telemóveis" que, desde a sua escolha têm oscilado entre o 7.º e o 11.º lugar, detêm uma probabilidade de vitória de 3%.

Por sua vez, a Holanda continua na liderança das Casas de Apostas, com Duncan Laurence e "Arcade" a arrecadarem 21% de probabilidade de vitória, seguidos pela Rússia (13%) e Suécia (10%). Suíça (8%) e Itália (5%) seguem-se nas preferências, enquanto as canções de Chipre (4%), Islândia (4%), Malta (3%) e Grécia (3%) preenchem o top10.

Em sentido inverso, oito canções parecem não convencer os apostadores e apresentam probabilidades de vitória abaixo de 1%: Lituânia, Croácia, Albânia, Sérvia, Geórgia, São Marino, Letónia e Montenegro.

As Casas de Apostas têm-se tornado, nos últimos anos, um dos instrumentos mais certeiros na previsão de resultados na Eurovisão. É, no entanto, ainda é muito cedo para as apostas serem indicativas de algum resultado concreto, mostrando nesta altura apenas algumas indicações do que poderá acontecer em maio.

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Oddschecker, ESCPORTUGAL /Imagem: Google

14 comentários:

  1. Anónimo22:45

    A Malta, Grécia, Portugal e Noruega têm andado a saltar entre o 7º e o 11º lugar.
    Eu falo por mim, mas ficava até contente se Portugal fica-se no 10º lugar na final

    ResponderEliminar
  2. Quando começarem as pre-parties e os ensaios isto vai mudar.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo00:29

    No ano passado por esta altura a eleni foreira estava em 25, e a Moldávia em 30

    ResponderEliminar
  4. Anónimo02:05

    Antes da final do FDC, era para mim suficiente termos o Conan na Eurovisão, mas agora confesso que tudo o que seja fora do Top5 será apenas agridoce. Eu acredito ser possível vencer a Eurovisão. Do que eu tenho a certeza é que com o staging perfeito vencemos facilmente. Espero que eles estejam a imaginar o que pode ser melhorado. Algumas coisas que nao gosto, por exemplo camera shots apenas aos tênis, a flechada e o over and out estava muito melhor na semi final, e não estou convencido com o que o Tiago tem na mão, nao está a acrescentar nada quer visualmente, quer na mensagem, já no Joao gostei da parte em que ele abre a mão acima dele enquanto dança. Detestei o experimentalismo do Joao quando abre a mao quando o Tiago sobe a escada. Mais um ou outro aspecto em que o João perde a ligacao com a música e parece não saber bem o que vai fazer a seguir. Eles tem de perceber rapido que não dá para fazer um staging super profissional na Eurovisão se o comportamento deles for super experimental. Tem de ser um act pensado, estruturado e treinado, para a producao retirar o sumo todo da actuação.

    ResponderEliminar
  5. Do top 10 apenas 4 canções já tiveram as suas performances ao vivo que poderão inspirar a atuação em Tel-Aviv: Suécia,Itália,Islândia e Portugal.Se retiramos a já tipica sobrevalorização de resultados da Suécia, sobram apenas 3.

    Todas as restantes músicas terão que apresentar-se ao vivo e isso é quase 50% necessário para ter um bom resultado:carisma,performance vocal,impacto,etc.De certeza que dos outros 6 países,alguns deles irão falhar.

    Portanto estarmos um pouco atrás até é bom (não nos coloca tanta pressão) e ainda para mais, só quando os ensaios estiverem todos concluídos é que podemos começar a fazer prognósticos mais reais.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo07:17

    Agora é sempre a descer até ao último lugar! Vamos ver o mesmo fenómeno dos homens da luta, ou seja, vai começar um novo período das trevas para Portugal na Eurovisão

    ResponderEliminar
  7. Anónimo11:29

    Alguém me sabe dizer onde é que se encontrava a Jamala em 2016 nas odds, antes dos ensaios ?!

    ResponderEliminar
  8. Anónimo11:30

    Alguém me sabe dizer onde é que se encontrava a Jamala em 2016 nas odds, antes dos ensaios ?!

    ResponderEliminar
  9. Anónimo11:34

    Alguém me sabe dizer em que lugar estávamos nas casas de apostas em 2008 com a "Senhora do Mar" antes de começar a eurovisão?

    ResponderEliminar
  10. Quando começarem a aparecer as votações das ogaes é que se vai perceber melhor o que poderá acontecer à pior música que a RTP já enviou à Eurovisão. O ano passado nem 1 voto para amostra. Este ano não há sequer nenhuma com matriz de ganhadora, é tudo mais do mesmo. Cada uma que vou ouvindo parece-me já a ter ouvido noutras eras e se calhar até é por isso que os responsáveis pela apresentação das músicas recorrem a factores que eles julgam apelativos para arrancarem mais uns pontitos, como seja a nudez dos intérpretes, as criancinhas, as vítimas disto ou daquilo, as gritarias desenfreadas, as rouquidões,as quedas de partir as costelas, instrumentos estranhos, sons orientais,vestidos até ao céu, enfim, mil e uma coisas a ver se disfarçam a fraca qualidade das músicas e também dos intérpretes. Para mim a música mais representativa da Eurovisão este ano é a da Dinamarca, quer ganhe ou não. Esperemos que ela não caia lá de cima da prateleira, se for utilizado o mesmo cenário.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo13:47

    As casas de apostas prevêem um nono lugar para Portugal na primeira semifinal

    ResponderEliminar
  12. Helder16:12

    Este ano sou bastante realista, sou emigrante ,e sinceramente este ano nós aqui não vamos votar em portugal, pelo menos alguns da comunidade Portuguesa ,este ano vamos pela Suiça ja esta a fazer grande sucesso .E o Luca tem uma grande performance em Palco, excelente dançarino e Cantor .

    ResponderEliminar
  13. Osvaldo23:56

    Este ano estou a ver Portugal a ficar pelo caminho, com pena minha ,sinceramente acredito piamente que será uma das musicas pop a vencer este ano, as duas irreverentes como portugal e Islandia, pelo top 3 nao ficam.

    ResponderEliminar