[Olhares sobre o DMGP 2019] Quem representará a Dinamarca no Festival Eurovisão 2019?


A Dinamarca escolhe, esta noite, os seus representantes para o Festival Eurovisão 2019 através do Dansk Melodi Grand Prix 2019, certame que conta com oito participantes.


Baseado no sucesso dos Olhares sobre o Festival Eurovisão, iniciativa criada em 2009, o ESCPortugal realiza, esta temporada, a terceira edição do Olhares sobre as finais nacionais, em colaboração com o painel do ESCPORTUGAL Regiões. O Olhares sobre as Finais Nacionais chega hoje à Dinamarca, país que escolhe os seus representantes através do Dansk Melodi Grand 2019. Dez candidatos estão na corrida, com o júri e o televoto a serem os responsáveis por eleger os representantes dinamarqueses em Telavive, em duas rondas de votação.

Conheça, de seguida, os favoritos do painel de comentadores:

Adão Nogueira escolhe Julie & Nina e "League of Light"

O Dansk Melodi Grand Prix continua a não conseguir dar a volta por cima e a não melhorar a qualidade das musicas que apresenta, como nos habituou há algum tempo atrás. Mesmo assim há duas musicas que com o ir ouvindo uma e outra vez foram ficando e que acabei por gostar. São elas Leonora - Love Is Forever e Julie & Nina - League of Light. As duas chamaram-me a atenção por coisas distintas, enquanto Leonora pela sua voz invulgar, Julie & Nina pela batida mais dark. Penso que a apresentação ao vivo irá fazer o desempate entre as duas mas a minha aposta neste momento vai para Julie & Nina com "League of Light".

Cláudio Martins escolhe Leonora e "Love is forever"
Tal como no ano passado, a Dinamarca apresenta-nos uma final nacional... mas sem "Higher Ground"'s por onde escolher. Final nacional muito genérica e muito "mais do mesmo". Destaco Leonora e Julie & Nina, com "Love is forever" a apresentar maior potencial de vingar em TelAviv, mas longe dos lugares cimeiros da classificação. Espero uma boa atuação em palco.


Fábio Cipriano Ventura escolhe Leonora e "Love is forever"
Copenhaga 2020? Extremamente improvável. A final nacional dinamarquesa, Dansk Melodi Grand Prix 2019, deixa muito a desejar com este lote de dez canções genéricas e banais na sua maioria. Somente duas canções fogem a esse grande tormento: "Dronning af baren" (que se traduz para qualquer coisa como "Rainha do bar"), dos Humørekspressen, e "Love Is Forever", da Leonora. A primeira, cantada em dinamarquês, combina muito bem com as velhinhas jukeboxes, camisolas de malha, cerveja e tabernas; fala-nos de uma rapariga que deixa qualquer rapaz louco de amores mas, depois, "mastiga e cospe" (tradução de um dos versos da letra). E depois, a doce e fofinha "Love Is Forever", da Leonora, uma canção inocente de amor cantada em várias línguas (o que resulta muito bem), com um instrumental bastante adequado e vocais que estão no ponto! Escolha difícil entre as duas, opto pela vibe extremamente positiva e envolvente da Leonora! Bravo, douze points!

Hugo Sepúlveda escolhe Leonora e "Love is forever"
O Melodi Grand Prix não é, de todo, “Grand” este ano. Músicas na sua maioria genéricas ou que até começam bem, mas que no fim não alcançam o que prometiam. Quase todas poderiam estar a competir por um lugar no meu top… o último. De todas, Leonora e Love Is Forever lá conseguiram crescer um pouco. São das poucas e/ou únicas opções que a Dinamarca tem, ainda que vão ter pela frente algum favoritismo por parte das “cavaleiras da liga da luz”, aka Julie & Nina. Love Is Forever é uma canção com a sua graça, muito fofinha que vai entrando conquistando nas pontas dos pés. A cereja no topo desta doçura toda, um toque poliglota em vários versos!


João Diogo escolhe Julie & Nina e "League of Light"
Uma das finais nacionais mais fracas da temporada (surpreedentemente diria eu). A minha favorita é "League of Light" por ser a única que apresenta algum elemento de diferenciação num mar de canções genéricas. É uma canção agradável, "dreamy", e que poderá vencer o MGP com um bom resultado no televoto. 

Nuno Carrilho escolhe Julie & Nina e "League of Light"
Ouvi as dez canções de seguida e pareceu-me ouvir apenas 2 ou 3. Infelizmente, a Dinamarca não terá em Telavive o resultado que teve em Lisboa. Uma final nacional muito genérica e muito aquém das expectativas. De entre o lote, seleciono "League of Light": uma canção calma, marcante e que poderá resultar muito bem em palco... O palco, aliás, poderá ser o único veículo de salvação desta final nacional.

Aceda, de seguida, aos resultados das votações dos 6 comentadores:
 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /Imagem: Google / Vídeo: Youtube

5 comentários:

  1. Anónimo19:41

    O Rasmus tem um vozeirão, pode ser a surpresa da noite.

    ResponderEliminar
  2. Mal por mal escolhia a da imperial "Dronning af baren". Sempre tem algum humor, pelo menos no nome.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo20:48

    A 7 tem a sonoridade de uma vencedora (que cantaram npo interval act) e 9 de uma finalista do ano passado (tocava ukelele) e a 1ª finalista deixa a desejar. Pena. Grandes canções ficaram pelo caminho.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo21:06

    A vencedora deste ano é "cópia" de Anna Ritsmar - "Starlight", que deveria ter ganho o ano passado: www.youtube.com/watch?v=5a_u1et37W4 Ao que parece, estão a ganhar as músicas nas finais nacionais que têm 'altura'. Israel vai ter alterar o palco, colocando-o no tecto da Arena!! Namasté.
    P.S. - Este ano junto-me ao grande número de fãs que não assistirão o ESC. Boa Sorte Mahmood e o teu "Come va? Come va? Come va?"("E como é? E como é? E como é?").

    ResponderEliminar
  5. Anónimo21:11

    A vencedora deste ano é "cópia" de Anna Ritsmar - "Starlight", que deveria ter ganho o ano passado: www.youtube.com/watch?v=5a_u1et37W4 Ao que parece, estão a ganhar as músicas nas finais nacionais que têm 'altura'. Israel vai ter alterar o palco, colocando-o no tecto da Arena!! Namasté.
    P.S. - Este ano junto-me ao grande número de fãs que não assistirão o ESC. Boa Sorte Mahmood e o teu "Come va? Come va? Come va?", que faz lembrar o nosso "E como é? E como é? E como é?".

    ResponderEliminar