Grécia: ERT aprova orçamento de 326 mil euros para a participação de Katerine Duska em Telavive


O Conselho de Administração da emissora grega ERT aprovou o orçamento para a participação de Katerine Duska em Telavive. O valor supera os 320 mil euros, exceptuando impostos, sendo quase o dobro investido na participação em Lisboa.


A emissora grega ERT aprovou, recentemente, o orçamento para a participação no Festival Eurovisão 2019. Apresentado por Yiannis Drosou, diretor executivo, o Conselho de Administração aprovou a verba de 326 855 euros para a participação de Katerine Duska em Telavive, sendo que o valor será ainda acrescido de impostos. Deste valor, 119 mil euros serão utilizados para o pagamento da taxa de participação à União Europeia de Radiodifusão.

Contudo, comparativamente aos gastos da comitiva grega em Lisboa, o valor disponibilizado sofreu um aumento de 77%. Porém, há que realçar que a Panik Records, discográfica de Yianna Terzi, foi a responsável da promoção da candidatura, tendo a ERT ficado encarregada dos custos da delegação na capital portuguesa e dos custos técnicos da participação.


Estreante em 1974, a Grécia conta com 39 participações no Festival Eurovisão, tendo sido a vencedora da edição de 2005. Yianna Terzi e "Oniro mou" representaram o país em Lisboa, terminando em 14.º lugar com 56 pontos, falhando o apuramento para a Grande Final pela segunda vez na história. A candidatura grega não recebeu qualquer ponto de Portugal, tendo ficado em 11.º lugar na votação do júri nacional e do televoto português.



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ERT / Imagem: Google /Vídeo: Eurovisiontv

5 comentários:

  1. Anónimo00:00

    Espera aí um momento, quer dizer que todos os anos a RTP paga 119 mil euros para participar na eurovisão?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:39

      O valor é diferente para cada país

      Eliminar
    2. Anónimo00:44

      Quanto é que a RTP paga à EBU?

      Eliminar
    3. Anónimo08:54

      Alguns tempos atrás falou-se em taxa de inscrição + custos de FC viagens etc 350.000€

      Eliminar
  2. Anónimo03:11

    Ora que coisa! esta tem centenas de milhares para ir, a pobre da Maruka ucraniana, se quisesse ir ate tinha que pagar o visto da sua aljibeira. Não ta certo

    ResponderEliminar