ESC2019: KATE MILLER-HEIDKE É A REPRESENTANTE DA AUSTRÁLIA EM TELAVIVE


Kate Miller-Heidke e "Zero Gravity" são os representantes da Austrália no Festival Eurovisão 2019 em Telavive.


A Austrália já escolheu os seus representantes para o Festival Eurovisão 2019. Kate Miller-Heidke confirmou o favoritismo da casa de apostas e triunfou no Eurovision - Australia Decides com "Zero Gravity". A candidatura foi a mais votada do público e do júri, sendo seguida por Eletric Fields e Sheppard nas duas votações.


Aceda, de seguida, aos resultados do certame:

1.º Kate Miller-Heidke - "Zero Gravity" - 135 pontos (48J+87T)
2.º Electric Fields - "2000 and Whatever" - 114 pontos (44J+70T)
3.º Sheppard - "On My Way" - 87 pontos (41J+46T)
4.º Courtney Act - "Fight for Love" - 52 pontos (26J+26T)
5.º Alfie Arcuri - "To Myself" - 49 pontos (35J+14T)
6.º Aydan Calafiore - "Dust" - 48 pontos (38J+10T)
7.º Mark Vincent - "This Is Not the End" - 38 pontos (19J+19T)
8.º Tania Doko - "Piece of Me" - 23 pontos (17J+6T)
9.º Leea Nanos - "Set Me Free" - 21 pontos (10J+11T)
10.º Ella Hooper - "Data Dust" - 18 pontos (12J+6T)


Com quatro participações no curriculum, a Austrália é o único país, juntamente com a Ucrânia que nunca falhou o apuramento para a Final do Festival Eurovisão, tendo como melhor resultado o 2.º lugar alcançado por Dami Im e Sound of Silence, em Estocolmo, sendo a candidatura mais votada pelo júri. Em Lisboa, Jessica Mauboy representou o país com We Got Love, terminando em 20.º lugar com 99 pontos, nenhum deles oriundo de Portugal.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: SBS / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

19 comentários:

  1. Anónimo12:11

    Mais uma porcaria. Este ano ai da nao ha uma musica que eu goste...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:30

      na Eurovisão há gostos para tudo... ainda falta mais por vir.

      Eliminar
    2. Anónimo12:36

      Que péssimismo, credo...

      Eliminar
    3. Anónimo13:52

      Pessimismo? Simplesmente é a minha opinião...

      Eliminar
    4. Acho exagerado dizer isso quando só ainda se conhece umas 5 canções...Mas verdade é que no ano passado por esta altura já conhecíamos algumas canções bem interessantes: França,Albânia,Republica Checa, que são bem melhores do que as respectivas deste ano.

      Eliminar
    5. Anónimo14:40

      Republica Checa vai Ganhar! Confia em mim. Grande musica. leve e divertida.

      Eliminar
    6. Anónimo03:54

      a republica checa vai ganhar o ultimo lugar sim.

      Eliminar
  2. Anónimo12:40

    A canção perde o interesse ao longo dos 3 minutos.
    Acho que desta vez, nem os júris vão salvar a Austrália.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo12:44

    Acho que em Telavive vai bater no tecto, tal é a altura do vestido. Meu deus, too much going on there.

    ResponderEliminar
  4. Nada interessante... Além de visualmente inspirada na canção da Estónia do ano passado.

    ResponderEliminar
  5. Era a última do meu top 3, por isso não sei ainda se a vou plantar no meu top 10 geral. Ainda me falta conhecer muito sol e dó.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo13:39

    A música precisa de um revamp, de ganhar mais força no fim.
    Visualmente muito bem conseguida, precisa de ser polido e está pronto para ir à eurovisão, penso que o "dementor" atrás da Kate no príncipio fica muito interessante e vai ficar para a história da eurovisão, mas depois do primeiro refrão não acrescenta nada ao resto da música, nesse ponto a delegação australiana têm duas opções, trocar o dementor por imagens nos leds ou usar melhor o dementor no fim da música

    ResponderEliminar
  7. Péssima escolha feita pela Austrália. Cópia de mal gosto da Estónia 2018. Electric Fields seria tão original em Telavive.

    ResponderEliminar
  8. José Luís14:16

    Credo..que grande treta de act! Na gosto...

    ResponderEliminar
  9. A ideia da música não é má de todo, mas como já adiantaram aqui tem dois problemas: a actuação fica aborrecida a meio e a música parece que não chega a lado nenhum.Mas pelo menos já é bom a Austrália não optar por um pop genérico qualquer, como tinha feito até agora.

    ResponderEliminar
  10. Anónimo14:26

    Ainda bem que está na nossa semifinal, é menos uma a fazer-nos sombra. Em Portugal a vitória está entre o Conan, o Matay, os Calema e os NBC. Não estou a ver nenhuma das outras com grandes hipóteses de vencer. Tendo em conta as músicas já selecionadas,e se continuar a seguir este rumo, já começo a achar que vamos passar facilmente á final.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo14:59

    Quando uma música se tenta esconder atrás de um circo cénico patético que mais parece uma paródia do que algo feito com autenticidade, é porque a música vale zero ... e realmente vale zero. Os australianos que votaram nisto ... apenas querem provar um pouco do que é ir para a Eurovisão e fazer a mesma figura triste que tantos outros países já fizeram com abordagens destas. Se isso os faz feliz ... eles também já perceberam que a Europa não lhes anda a dar grande atenção no televoto, por isso ... para que mandar algo com qualidade? Já basta a Suécia ...

    ResponderEliminar
  12. Numa só palavra: Horrível.

    ResponderEliminar
  13. Anónimo21:15

    A melhor canção ganhou. Agradável de ouvir, apesar de visualmente achar algo exagerado, mas tem nível (nada que ver com a aberração visual e sonora que ganhou o ano passado) e está relacionado com o tema da canção. Boa Sorte!

    ResponderEliminar