Niamh Kavanagh: "Boicotar um evento nem sempre é a solução correta"


Niamh Kavanagh, representante irlandesa em 1993 e 2010, reagiu aos apelos de boicote ao Festival Eurovisão de 2019: "Ter tantos países juntos resulta sempre em controvérsias. Mas sinto que a música é algo além fronteiras (...) e boicotar um evento nem sempre é a solução correta".

A cantora Niamh Kavanagh, vencedora do Festival Eurovisão de 1993 e representante irlandesa em 2010, falou sobre os apelos de boicote ao Festival Eurovisão de 2019, certame que terá lugar em Telavive. "Todos os anos há alguma situação política e a questão israelita é particularmente difícil para a Irlanda" afirmou a cantora, "Há alguns anos era sobre a Rússia (...) Ter tantos países representados num único espaço resulta sempre em controvérsias. É algo problemático, eu entendo, mas sinto que a música é, ou deve ser, algo além fronteiras.".

Sobre a realização do evento em Israel, a vencedora do certame não tem qualquer dúvida: "Todos os países têm o direito de vencer e realizar o concurso. Eu sei que as pessoas estão a lutar pelas suas causas, mas não é sobre uma questão de países em disputa... estamos a falar de músicas que representam países, então o concurso deve ser apenas e só sobre a música. Boicotar um evento nem sempre é a solução correta".

Questionada sobre as anteriores participações irlandesas no evento, Niamh Kavanagh lamenta que nem sempre o país seja representada pelos seus melhores cantores e compositores: "Há cantores e compositores maravilhosos, mas que se afastam da Eurovisão porque não querem ser julgados (...) A única coisa que conseguimos controlar. Devíamos sempre enviar aquilo de que nos orgulhamos, porque se resulta ou não depende de muitas variáveis" afirmou, recordando a participação israelita em Lisboa, "Outros países enviam as suas maiores estrelas. No ano passado previ logo a vitória israelita... porque tinham mais de 20 milhões de visualizações no Youtube. As camadas mais jovens consomem música nestas plataformas e compõem grande parte das votações".

Niamh Kavanagh participou em duas edições do Festival Eurovisão, depois das suas vitórias nas respetivas finais nacionais. Em 1993, em defesa de "In Your Eyes", venceu o Festival Eurovisão com 187 pontos, sendo 6 deles oriundos de Portugal. Em 2010 regressou ao concurso com "It's For You" chegando à Grande Final, onde terminou em 23.º lugar com 25 pontos.



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: TheSunIE / Imagem: Google / Vídeo: Youtube

1 comentário:

  1. Anónimo22:18

    Ela têm razão a melhor solução para este caso era ganhar a eurovisão e gritar "Free Palestine" depois de receber o troféu

    ResponderEliminar