JESC2019: Rússia escolhe representantes a 1 de junho na Crimeia


A Rússia selecionará os seus representantes para o Festival Eurovisão Júnior 2019 a 1 de junho, no Centro Infantil Internacional de Artek, na Crimeia.

Tal como nos últimos anos, a Academia Igor Krutoy será responsável pela final nacional da Rússia no Festival Eurovisão Júnior 2019, conforme havia sido revelado aquando da confirmação da participação do país no evento. O canal infantil Karusel avançou, esta tarde, com o regulamento para  a competição, revelando que a mesma terá lugar no Centro Infantil de Artek, na Crimeia, a 1 de junho, Dia Internacional da Criança.

As inscrições estarão abertas até 20 de março, sendo que todas as canções submetidas não devem ser lançadas antes de 1 de maio de 2019 e poderão conter 25% da letra em inglês, sendo obrigatório ter um verso e um refrão inteiramente em russo. As audições do certame decorrerão em abril, na capital do país, onde um painel de jurados será o responsável por eleger os finalistas do concurso.

Até ao momento, o Festival Eurovisão Júnior 2019, que terá lugar na Polónia, conta com seis países provisoriamente confirmados: Arménia, França, Geórgia, Holanda, Polónia e Rússia. O Cazaquistão também manifestou interesse em participar, mas tal depende de um convite da EBU/UER para repetir a participação que realizou em Minsk.

Estreante em 2005, a Rússia conta com 14 participações no Festival Eurovisão Júnior, tendo ganho as edições de 2006 e 2017. Nunca falhando o top10 da competição, o pior resultado do país foi alcançado em Minsk: Anna Filipchuk e "Unbreakable" somaram 122 pontos na edição de 2018, não tendo ido além do 10.º lugar entre 20 países.



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: VK / Imagem/Vídeo: JuniorEurovision.tv

2 comentários:

  1. Anónimo11:29

    Uma provocação. É a forma tipica da Rùssia fazer política, destabilizando... Então mas vai fazer a final num território ocupado?? Ocupacão essa considerada ilegitima por 99% da comunidade internacional? E ninguem fica indignado com isto? Vai tudo fechar os olhos por que "A Eurovisão não pode ser politizada"?

    ResponderEliminar
  2. Anónimo21:14

    Com tão bonita que é Irkutsk na primavera logo têm de ir para a Crimeia...

    ResponderEliminar