Itália: Laura Ciriaco desclassificada do 'Sanremo Giovani'


Na véspera do início da competição, Laura Ciriaco foi desclassificada do Sanremo Giovani devido a um suposto plágio. Federico Angelucci e "L'Uomo che verrà" entram a concurso no seu lugar.

A emissora italiana RAI anunciou, em comunicado, que desclassificou Laura Ciriaco da lista de participantes do Sanremo Gionvani, devido às parecenças entre "L'Inizio" e "I won’t give up" de Jason Mraz: "A Organização do Festival ouviu a opinião do departamento jurídico e depois de uma avaliação completa dos setores técnicos e musicais, procedeu à exclusão da canção de Laura Ciriaco que tem elevadas semelhanças com "I Won't Give Up" do artista americano Jason Mraz, o que vai contra as regras do concurso que exige uma canção inédita".

No mesmo comunicado, a RAI anunciou que Federico Angelucci e "L'Uomo che verrà" serão os candidatos repescados com a desclassificação de Laura Ciriaco, enquanto que Einar, que estava também sob investigação da RAI, recebeu permissão para participar no certame que selecionará dois participantes para o Festival de Sanremo 2019.




Estreante em 1956, a Itália conta com 44 participações no Festival Eurovisão, tendo estado fora do certame entre 1997 e 2011, apesar de ter triunfado em 1964 e 1990. Ermal Meta e Fabrizio Moro venceram o Festival de Sanremo de 2018 com "Non Mi Avete Fatto Niente", adquirindo o direito de representar Itália em Lisboa, onde terminaram no 5.º lugar com 308 pontos. A candidatura italiana foi a segunda mais votada pelo público português (10 pontos), tendo sido a sétima mais pontuada pelo painel de jurados (5 pontos).


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix /Imagem: Google / Vídeo: Youtube

Sem comentários