Israel: Eurovisão 2019 deverá custar 28,5 milhões de euros

O Eurovision Song Contest 2019 deverá custar 28,5 milhões de euros. Um aumento de 8,5 milhões face aos valores de 2018, quando foi organizado por Portugal.


A KAN, emissora pública israelita responsável pela produção da Eurovisão 2019, anunciou que o evento europeu deverá custar 28,5 milhões de euros. A emissora verá o governo a conceder-lhe um empréstimo de 16,5 milhões de euros que terá de pagar em 15 anos, apesar do CEO da KAN ter votado contra este empréstimo.

A nova emissora israelita foi lançada apenas um ano antes da vitória de Netta em Lisboa, tendo substituído a IBA. Uma das principais razões para o fecho da IBA e a criação da KAN foi a tentativa de pôr fim às intervenções governamentais na sua programação, principalmente noticiosa. No início, o governo israelita queria mesmo que a KAN não tivesse qualquer espaço informativo na sua programação. No entanto, esta reivindicação acabou por ser posta de lado, o que permitiu à KAN enviar a sua candidatura para se tornar membro da União Europeia de Radiodifusão.

É expectável que a cidade de Telavive fique com algumas das despesas relacionadas com a Eurovisão, como a Eurovillage. A cidade tem um orçamento anual de 1,5 mil milhões de euros, bem superiores aos 1,38 mil milhões que Lisboa prevê para 2019.

Em 2018, a RTP gastou cerca de 20 milhões de euros com a Eurovisão, o que resultou numa perda de 4 milhões de euros. 2013 continua a ser o ano em que o orçamento foi mais equilibrado: a SVT gastou 11 milhões de euros e conseguiu receitas na ordem dos 10 milhões. Em sentido contrário temos 2012, com a Ictimai TV a gastar 54 milhões de euros com o evento europeu (que incluiu a construção da Baku Crystal Hall) e a ter receitas de apenas 8 milhões.

A KAN prevê receitas de 12 milhões de euros com a venda de bilhetes e patrocínios.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: escXtra / Imagem: Eurovoix

5 comentários:

  1. É natural o aumento nos gastos visto que tal como em 2017, a Eurovisão será organizada num centro de convenções.Logo será necessário para além do palco, construir bancadas e tudo o resto de raiz.

    É melhor dizer isto antes que venha para aqui alguém falar porque será mais caro é porque vai ser melhor, vai ter LED'S e afins LOL.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:22

      Ahahah verdade xD

      Não entendo a dos bilhetes sendo que serão menos que este não certo?

      Eliminar
  2. Anónimo20:16

    ... e tem também os custos de segurança...

    ResponderEliminar
  3. Não estou a compreender onde está a importancia sobre a perda de 4 Milhoes de euros para Portugal se foi dito que as receitas da ESC2018 foram muito superiores aos 26 Milhoes de Euros nos custos totais do evento.

    ResponderEliminar
  4. Israel vai gastar para impressionar...
    Não vai anunciar custos low cost e coisas do género

    ResponderEliminar