Eslovénia: 'EMA 2019' sem qualquer restrição linguística para o Festival Eurovisão 2019


A emissora eslovena RTVSLO abriu as inscrições para o EMA 2019. A competição será constituída por apenas uma gala e não tem qualquer restrição linguística.


A emissora estatal da Eslovénia revelou, esta tarde, o regulamento do EMA 2019, final nacional do país para o Festival Eurovisão 2019. Depois de dois anos com semifinais, o certame do próximo ano apenas contará com uma gala, onde dez candidatos disputarão o triunfo em duas rondas: o júri será responsável por eleger os dois candidatos que disputarão a Super Final, onde o vencedor será escolhido exclusivamente pelo público.

Além disso, a RTVSLO abriu as inscrições do certame, estando as mesmas abertas até 14 de dezembro, período em que a emissora estatal também convidará alguns artistas e compositores para o concurso. Todos os cantores terão de ter cidadania eslovena, havendo liberdade de escolha do idioma. De realçar que, na última edição, a RTVSLO exigiu todas as canções em esloveno nas semifinais, havendo liberdade linguística na Final do certame.

Participante desde 1993, a Eslovénia entrou em 24 edições do Festival da Eurovisão, tendo por 13 ocasiões disputado a Grande Final onde o melhor resultado foi o 7.º lugar alcançado em 1995 e 2001. Em Lisboa, Lea Sirk representou o país com "Hvala, ne!", tema que foi interpretado em esloveno e em português. A candidatura conquistou o primeiro apuramento esloveno desde 2015, tendo terminado em 22.º lugar com 64 pontos, 3 oriundos do júri português.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix/Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários