Albânia: Orquestra Sinfónica da RTSH fora de uma das galas do 'Festivali i Këngës 57'


A RTSH revelou, em conferência de imprensa, que tenciona "revitalizar" o Festivali i Këngës, admitindo "uma desconexão com o público" nos últimos anos. A ausência da Orquestra Sinfónica na segunda gala do certame é uma das mudanças anunciadas.

Depois de revelar a lista de participantes do Festivali i Këngës 57, como pode recordar AQUI, a emissora estatal da Albânia RTSH realizou uma conferência de imprensa para revelar algumas mudanças no certame deste ano. Inva Mula, diretor artístico do evento, garantiu que "tenciona trazer o público de volta" ao concurso, avançando com "uma competição mais jovem" com o intuito de "revitalizar" o certame: "O meu objetivo passa por restaurar a frescura e o entusiasmo em torno do Festivali I Këngës depois do público, por várias razões, se ter desconectado" avançou, revelando que a produção estabeleceu uma cooperação com o Ministério da Educação do país, "Um grupo com os melhores alunos das 15 escolas de Tirana acompanhará de perto o evento e irá avaliar a melhor canção".


Martin Leka, diretor do Festival, elogiou o envolvimento de Inva Mula na edição deste ano, garantindo que "será uma experiência diferente e inovadora (...) reconfirmando as colaborações de sucesso que tivemos até agora". Além disso, Martin avançou com algumas mudanças no formato do evento: na primeira noite do evento, todas as canções serão apresentadas ao lado da Orquestra Sinfónica da RTSH enquanto que, na noite seguinte, as canções voltarão a ser apresentadas mas com a faixa de apoio e apresentando a atuação que gostariam de levar a Telavive. Na terceira noite, a 22 de dezembro, será escolhida a canção vencedora do evento através da votação de um júri profissional. As canções que disputarão o evento só serão reveladas na primeira noite, sendo que, em meados de dezembro, serão revelados alguns trechos no site oficial da emissora.

Estreante em 2004, a Albânia participou por quinze ocasiões no Festival Eurovisão, tendo disputado a grande final em oito edições. O melhor resultado remonta a 2012 quando o país foi representado por Rona Nishliu e o tema Suus, terminando na 5.ª posição da final. Eugent Bushpepa e "Mall" foram os representantes da Albânia no Festival Eurovisão 2018, em Lisboa, terminando em 11.º lugar com 184 pontos, tendo sido a segunda canção mais pontuada pelo júri português.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix / Imagem: Google /Vídeo: Eurovisiontv

Sem comentários