Portugal: Altice Arena entre os recintos que mais bilhetes venderam em 2018


A Altice Arena, a maior sala de espetáculos em Portugal, está em 8.º lugar na lista dos recintos que mais espectadores receberam em 2018. Para o Festival Eurovisão 2018 foram vendidos cerca de 8 mil bilhetes em média por espetáculo.

A Altice Arena, em Lisboa, está em 8.º lugar na lista que elenca as 200 grandes salas de espetáculo que mais espectadores receberam, este ano, até 30 de setembro, avança a Pollstar, publicação da indústria de concertos. De 1 de janeiro a 30 de setembro, a sala de espetáculos do Parque das Nações vendeu 496 775 bilhetes, sendo que cerca de 72 mil bilhetes são referentes ao Festival Eurovisão 2019. Deste modo, a edição do certame internacional, que contou com 9 espetáculos no recinto, vendeu, em média, 8 mil bilhetes por espetáculo.

A Madison Square Garden Arena, em Nova Iorque, lidera a lista com mais de 770 mil bilhetes vendidos, seguida pelo Forum, em Inglewwood, e a Lanxess Arena, em Colónia. O Wizink Center, em Madrid, e o AcccorHotels Arena, em Paris, seguem-se na lista, com vendas superiores a 600 mil bilhetes, ficando também o The SSE Hydro, em Glasgow, e o Arena Ciudad de Mexico, na Cidade do México, à frente da única sala portuguesa na listagem.

Eis a lista das 10 arenas que mais bilhetes venderam em 2018 até agora:

1. Madison Square Garden Arena - New York, EUA: 770.331
2. Forum, Inglewood, EUA: 749.716
3. Lanxess Arena, Colónia, Alemanha 672.768
4. WiZink Center, Madrid, Espanha 669.359
5. AccorHotels Arena, Paris, França: 609.905
6. The SSE Hydro, Glasgow, Escócia: 605.116
7. Arena Ciudad De Mexico, Cidade do México, México: 512.058
8. Altice Arena, Lisboa, Portugal: 496.775
9. Arena Monterrey, Monterrey, México, 484.585
10. Ziggo Dome, Amesterdão, Holanda: 472.859


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Blitz/RTP / Imagem: Google / Vídeo: Youtube

4 comentários:

  1. Ricardo Alves22:12

    Só de pensar que o Governo se Passos Coelho vendeu a arena ao preço da chuva ao genrpmo fo Cavaco Silva... até enerva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo07:45

      Venderam o nome, como fazem na maioria das arenas.

      Eliminar
    2. Anónimo14:48

      Não venderam apenas o nome, venderam mesmo o Pavilhão Atlântico.
      O Pavilhão fazia parte do património imobiliário do estado português e esse bem foi vendido por uma quantia quase irrisória tendo em conta a sua localização.

      Para quem se quiser informar, basta pesquisar, mas aqui está uma notícia do público de 2012:

      https://www.publico.pt/2012/07/26/politica/noticia/consorcio-de-luis-montez-compra-pavilhao-atlantico-por-212-milhoes-de-euros-1556482

      Eliminar
  2. Anónimo16:02

    Está enganado... o Pavilhão Atlântico, propriedade do estado foi vendido por 21 milhões de euros... e o preço que a rtp teve que pagar só pelo seu aluguer foi de mais de 2 milhões de euros (dá que pensar). A venda do nome a uma marca já foi um negócio do atual proprietário...

    ResponderEliminar