[ZONA DE DISCOS #55] Karolina Gočeva – “Izvor”


Todas as semanas no ESCPORTUGAL, a crítica aos álbuns editados por artistas que participaram no concurso Eurovisão da Canção e/ou seleções nacionais ao longo dos anos. Hoje o destaque vai para novo álbum de Karolina Gočeva, "Izvor"
O responsável da rubrica é Carlos Carvalho.



Lançamento: 23 de fevereiro de 2018
Nota: 6/10

       Para muitos, Karolina Gočeva representa a primeira grande injustiça eurovisiva para a Antiga República Jugoslava da Macedónia, quando, em 2002, não foi além do 19º lugar com “Od nas zavisi”. Em 2007, contudo, conseguiu melhorar a sua marca com um 14º lugar (entre 42 países) para “Mojot svet”, embora nos pareça que seja mais recordada pela sua primeira aposta.


Karolina Gočeva que, quando chega à Eurovisão, tinha não só sucesso comercial no seu país, mas também na Sérvia, Montenegro e Bósnia e Herzegóvina, e assim continuou, tendo por exemplo, em 2008, o álbum que mais vendeu no seu país, “Makedonsko Devojče”.

Em 2014 começou aquela que, até ao momento é a sua maior pausa discográfica, voltando com “Izvor”, assente principalmente em “Ethno music”, “ World music” e  “Folk music”, terrenos musicais que domina sobejamente, aqui revestidos numa abordagem essencialmente acústica.

“Izvor” não vive de grandes explosões musicais e o facto de não entendermos as letras poderá prejudicar a sua devida apreciação, necessitando de algumas audições.

      “Ubav zivot”, o tema de abertura, dá o mote acústico, em tons calmos, que percorre a esmagadora maioria do álbum. A vertente instrumental sobressai e estende-se também por todo o disco. “Mladi bagremi” (#2), apresenta-nos uma interessante mescla entre tango e aquilo a que nos parece influências árabes. As influências de outras paradas geográficas fazem eco em “Beli cvetovi” (#6) e “Da e Son” (#9) desperta em nós sensações múltiplas de familiaridade eurovisiva.

        Do lado melódico, destacamos “Nema pesna za mene” (#4), apesar da aposta para primeiro single ter sido o tema subsequente, “Zvona” (#5).

       De um modo geral, “Izvor” é um álbum bastante agradável mas que só será devidamente desfrutado se houver uma pré-disposição para tal, pois, para além de não haver qualquer marca distintiva, a nível melódico não causa impacto imediato. Poderá ser derivado à nossa lacuna no que concerne ao entendimento das letras, mas exemplos não faltam de canções e álbuns em que o deleite de uma canção que não entendemos em nada é sinónimo de experiência difícil.

         Quanto a Karolina, ressalva-se a delicadeza das suas interpretações em perfeita harmonia com o sensível, e por vezes complexo, campo instrumental.

         No que toca a sugestões, pensamos que o álbum poderá causar uma boa impressão imediata se a introdução for feita pelos temas “Nema pesna za mene” (#4) e “Beli cvetovi” (#6). Sugestões para um álbum que está a ser aclamado pelo público, como prova os três concertos de apresentação do álbum, todos com lotação esgotada.

Vídeo oficial
Zvona/Ѕвона

Temas destacados por Carlos Carvalho: “Nema pesna za mene” e “Beli cvetovi”





Alinhamento
Убав живот // Ubav zivot
Млади багреми // Mladi bagremi
Газам боса // Gazam bosa
Нема песна за мене // Nema pesna za mene
Ѕвона // Zvona
Бели Цветови // Beli cvetovi
Ти Не Дојде // Ti ne dojde
Земи Го Срцево // Zemi go srcevo
Да Е Сон // Da e Son
Будна // Budna

Pode ouvir o disco AQUI

A ver
Karolina Goceva - Ti ne dojde (Live in Ohrid)



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OPINIÃO CARLOS CARVALHO / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

Sem comentários