Israel: Presidente de Telavive avança com proposta para financiar o Festival Eurovisão 2019


Ron Huldai, presidente da Câmara de Telavive, criticou o governo de Benjamin Netanyahu e garante que a cidade poderá pagar a organização do Festival Eurovisão 2019: "Talvez isto ajude a quem está a causar o caos em vez de encontrar soluções".


Através da sua conta oficial no Facebook, Ron Huldai, presidente da Câmara de Telavive, avançou que a cidade poderá pagar os custos da organização do Festival Eurovisão 2019: "A cidade de Telavive está pronta para participar no esforço nacional e albergar os custos da arena e da organização do evento (...) talvez isto ajude a quem está a causar o caos em vez de encontrar soluções" escreveu o político, criticando a "má imagem que toda a polémica está a dar de Israel" e lamentando que "o homem 'velho' continue no comando", em clara alusão a Benjamin Netanyahu.


De realçar que a emissora KAN terá de pagar a garantia de segurança à EBU/UER, no valor de 12 milhões de euros, até ao final do dia de hoje. Contudo, a emissora ameaçou apresentar a desistência da organização caso o Governo não apoie financeiramente, ameaça rejeitada pelo Ministério das Finanças de Israel.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCxtra / Imagem: Google

1 comentário:

  1. Anónimo12:44

    E parece que o Netanyahu ameaçou fechar a KAN se desistirem em organizar a eurovisão

    ResponderEliminar