Ucrânia: Timur Miroshnychenko lamenta saída do Festival Eurovisão Júnior


Timur Miroshnychenko, apresentador do JESC2009, JESC2013 e do ESC2017, lamentou a saída da Ucrânia do Festival Eurovisão Júnior: "Para mim é uma tragédia pessoal. (...) Infelizmente a televisão está construída pela ambição pessoal".

Apresentador do Festival Eurovisão Júnior em 2009 e 2013 e do Festival Eurovisão em 2017, Timur Miroshnychenko usou as redes sociais para lamentar a saída da Ucrânia do Junior Eurovision Song Contest, criticando a postura da emissora ucraniana. "Pela primeira vez a Ucrânia não participará na Eurovisão Júnior. E a causa não é o dinheiro, nem o subfinanciamento..." escreveu o apresentador, mostrando-se arrasado, "Estive a trabalhar no primeiro concurso que transmitimos há 13 anos... Para mim é uma tragédia pessoal. Quase metade da minha vida foi dedicada a trabalhar neste concurso, onde vamos mostrar o melhor da Ucrânia".

No entanto, Timur relembra a postura da UA:PBC para o Festival Eurovisão, lamentando que o processo se repita: "Durante três anos, a final nacional ucraniana é organizada por um canal privado, algo que deverá acontecer este ano... Mas não há dinheiro para levar uma criança ao estrangeiro para nos representar (...) É o fundo. Infelizmente a televisão, altruísta, é construída pela ambição pessoal. Sinceramente acredito que o forte do nosso país irá dar a volta à situação" rematou, apelando a que as declarações sejam partilhadas, tendo em conta "que as decisões foram tomadas com o dinheiro que pagamos através de impostos".


Estreante em 2006, a Ucrânia participou por 12 ocasiões no Festival Eurovisão Júnior, tendo ganho a edição de 2012 com Anastasiya Petryk e "Nebo". Com dois segundos lugares no curriculum, em 2008 e 2013, o país organizou a competição em 2009 e 2013. Em Tbilissi, Anastasiya Baginska representou o país com "Don't Stop", terminando em 7.º lugar.


Até ao momento, o Festival Eurovisão Júnior 2018 conta com 14 países provisoriamente confirmados: ARJ Macedónia, Arménia, Bielorrússia, França, Geórgia, Holanda, Irlanda, Itália, Malta, País de Gales, Polónia, Portugal, Rússia e Sérvia. Por outro lado, Bulgária, Chipre, Eslovénia, Lituânia, Noruega, Moldávia, Roménia, Suécia e Ucrânia já confirmaram que não estarão representados em Minsk, apesar de terem participado em edições anteriores.

 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: TimurFB / Imagem: Google / Vídeo: Youtube

Sem comentários