Portugal: Alexander Search na Biblioteca Nacional em busca dos manuscritos de Fernando Pessoa

A poesia que Fernando Pessoa escreveu em inglês, sob o heterónimo Alexander Search, serve de base ao projecto de rock eletrónico de Salvador Sobral e Júlio Resende intitulado Alexander Search. O grupo esteve hoje na Biblioteca Nacional numa "visita de estudo".


A 20 de janeiro de 1896, com 8 anos de idade, Fernando Pessoa partiu, de Lisboa, para Durban, na África do Sul, onde viveu com a mãe e o padrasto até 1905. Em Durban, frequentou a instrução primária na escola de freiras irlandesas da West Street e completou, em apenas dois anos, quatro de escolaridade! Em 1899, com 11 anos, Fernando Pessoa entrou para o Liceu de Durban, onde estudou durante três anos e se tornou um dos melhores alunos da turma. Esse foi o ano em que criou o heterónimo Alexander Search, através do qual enviava cartas a si mesmo e escrevia poemas em inglês e português como "A Day in the Sun" que, tantos anos depois, deu lugar à canção de lançamento do projeto Alexander Search, criado pelo compositor e pianista Júlio Resende para a voz de Salvador Sobral. Ainda no passado sábado, o ESCPORTUGAL esteve num concerto do grupo na Casa da Música, no Porto, como pode recordar AQUI.


Esta tarde, os membros do grupo (André Nascimento, Joel Silva, Daniel Neto, para além de Júlio Resende e Salvador Sobral) tiveram um momento diferente: uma visita de estudo à Biblioteca Nacional, em Lisboa, onde puderem ver in situ os manuscritos que deram origem às canções do disco e uma aula com o professor Jerónimo Pizarro da Universidade dos Andes. 

Um dos manuscritos de Fernando Pessoa foi adquirido, em novembro de 2007, pela Biblioteca Nacional, merecendo esta tarde a maior atenção do grupo. Este manuscrito, que utiliza vários instrumentos de escrita, a tinta e o lápis, inclui temas muito variados, que ocupam 89 páginas, destacando-se os poemas em inglês, alguns assinados «C. R. Anon» (versões de poemas depois atribuídos ao heterónimo Alexander Search), por vezes cancelados com a indicação «copied», notas sobre versificação inglesa e várias listas de poemas seguidos das respectivas datas. Os textos do caderno foram redigidos fundamentalmente em 1903-1904, quando Pessoa se encontrava na África do Sul, embora uma das últimas páginas esteja datada de «7 March 1909». O caderno foi, pois, manuscrito em Durban e em Lisboa, e abarca um período bastante amplo da biografia pessoana, designadamente esclarecendo aspectos da génese do heterónimo pessoano Alexander Search e documentando os anos formativos de Fernando Pessoa.
O próximo concerto do grupo Alexander Search está agendado para 21 de setembro no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, antes de iniciar as datas no estrangeiro, sobre as quais daremos destaque em breve.



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ALEXANDER SEARCH, RTP / Imagem: ALEXANDER SEARCH / Vídeo: YOUTUBE

Sem comentários