ESC2019: Conheça as candidaturas de Jerusalém e Telavive para receber a Eurovisão

Conheça as arenas propostas pelas cidades de Jerusalém e Telavive para receberem o Eurovision Song Contest 2019.


A organização do Eurovision Song Contest 2019 é uma corrida a dois entre Jerusalém e Telavive, visto que a candidatura de Eilat não preencherá todos os requisitos exigidos pela UER. As duas cidades avançaram recentemente com os pormenores das suas candidaturas incluindo as arenas propostas para receber o evento europeu.

Jerusalém propôs a Pais Arena, em detrimento do Estádio Teddy que necessitava de uma cobertura. A Pais Arena tem uma capacidade máxima de 11 mil pessoas e foi inaugurada há quatro anos. O Press Centre ficará localizado nas mesmas instalações. 


Já Telavive optou pelo Pavillion 2, do Centro de Convenções da cidade. Inaugurado em 2015, tem capacidade para albergar até 10 mil pessoas. A câmara municipal da cidade não avançou com pormenores sobre a localização do Press Centre ou qualquer outra infraestrutura.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix / Imagem: Google

5 comentários:

  1. Anónimo22:35

    Não vai superar a edição portuguesa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo03:21

      Isso depende da EBU, infelizmente se a EBU decidir voltar a ter leds as pessoas vão logo dizer que é melhor que a edição portuguesa

      Eliminar
  2. Anónimo20:28

    O uso de leds não foi decisão da EBU mas sim da RTP.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo09:24

    Tinha lido algures que a decisão foi da EBU, se foi da RTP isso só mostra que Portugal não têm capacidade para organizar este género de eventos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:41

      Foi a própria EBU em conjunto com as delegações de outros países. Como sabiam que mais de metade das canções iam ser calmas como Portugal venceu, eles escolheram não ter LEDs.

      Eliminar