Noa: "O Festival Eurovisão 2019 deverá ser realizado em Telavive"


Noa, representante de Israel no Festival Eurovisão 2009, defende a realização do concurso em Telavive: "Telavive é uma cidade de vida e felicidade. Quando houver paz, a Eurovisão poderá ser então realizada em Jerusalém".

Em visita à Argentina no âmbito das comemorações do 70.º aniversário de Israel, a cantora e ativista Achinoam Nini, mais conhecida como Noa, defendeu que o Festival Eurovisão de 2019 deverá ter lugar na cidade de Telavive. "É uma cidade que simboliza a vida, a alegria e a felicidade. Não é política nem contenciosa. É o lugar ideal para realizar o concurso" defendeu a representante do país em Moscovo, realçando que "O Festival Eurovisão é uma festa e não pode ter política à mistura. Então o concurso deverá ser em Telavive".

No entanto, a cantora, que em 2017 esteve em destaque nas manifestações pela solução do conflito entre Israel e a Palestina em Telavive, defendeu que "Quando houver paz, a Eurovisão poderá ser então realizada em Jerusalém". No final da sua intervenção, onde falou em inglês, hebraico e espanhol, Noa mostrou-se contra a decisão de Donald Trump em transferir a embaixada norte-americana para Jerusalém: "Isto só trará mais violência e mais ódio. Jerusalém deverá ser a capital de Israel e a capital da Palestina mas, acima de tudo, a capital da paz para todo o Mundo". 

Escolhida internamente pela emissora israelita, Noa representou o país no Festival Eurovisão 2009 com Mira Awad, a primeira cantora árabe a representar Israel na competição. Com "There Must Be Another Way", a dupla arrecadou o 16.º lugar na Final do certame com 53 pontos, apesar do último lugar no televoto.


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: IsraelNationalNews / Imagem: Google / Vídeo: Eurovision.tv

1 comentário:

  1. Anónimo21:33

    Concordo totalmente com a Noa e Telavive é uma cidade linda e seria a ideal para 2019.
    Espero que o futuro traga paz para esse cantinho do mundo e que Jerusalém seja o simbólo dessa paz entre Judeus, Cristãos e Muçulmanos.

    ResponderEliminar