Israel: Trump suspende transferência da Embaixada para Jerusalém


O Presidente norte-americano assinou um documento que suspende a transferência da embaixada dos EUA em Israel, apesar de ter inaugurado em maio uma nova instalação diplomática em Jerusalém. Será que a paz regressa a esta região do globo?

A Casa Branca confirmou que Donald Trump assinou o despacho que mantém suspensa a aplicação de uma lei de 1995 que ordena ao executivo de Washington a transferência da embaixada em Israel de Telavive para Jerusalém. A notícia apanhou todos de surpresa e poderá fazer com que - desejam muitos - a paz regresse a esta zona do globo. 

Na ordem que assinou, Trump usou a mesma justificação que tinham usado os seus três antecessores para nunca terem transferido a embaixada de Telavive para Jerusalém, ou seja, a necessidade de “proteger os interesses de segurança nacional dos EUA”. A Casa Branca admite que serão precisos anos — talvez uma década — para construir um edifício que permita transferir para Jerusalém o pessoal diplomático que está a trabalhar em Telavive. 

Muitas foram as vozes contrárias à decisão de Trump em transferir a Embaixada dos EUA de Telavive para Jerusalém, incluindo dos países da União Europeia. O certo é que no passado mês de maio uma delegação diplomática foi inaugurada com pompa e circunstância em Jerusalém, contudo, a mesma acabou por nunca funcionar em pleno. 

Será que esta medida irá contribuir para que as intenções dos responsáveis políticos de Israel em organizar o Festival Eurovisão da Canção de 2019 em Jerusalém também recua? Aguardamos os próximos capítulos...

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: O OBSERVADOR /Imagem: GOOGLE

Sem comentários