[ESPECIAL] Vozes que deram voz a Fernando Pessoa

Fernando Pessoa nasceu a 13 de junho de 1888. Completa-se, assim, 130 anos que nasceu um dos maiores poetas em língua portuguesa, o mais universal poeta português. 


Fernando António Nogueira Pessoa nasceu em Lisboa a 13 de junho de 1888, falecendo a 30 de novembro de 1935. Foi um poeta, filósofo, dramaturgo, ensaísta, tradutor, publicitário, astrólogo, inventor, empresário, correspondente comercial, crítico literário e comentarista político português. Fernando Pessoa é o mais universal poeta português. Por ter sido educado na África do Sul, numa escola católica irlandesa, chegou a ter maior familiaridade com o idioma inglês do que com o português ao escrever os seus primeiros poemas nesse idioma. Das quatro obras que publicou em vida, três são na língua inglesa. Enquanto poeta, escreveu sobre diversas personalidades – heterónimos, como Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Alberto Caeiro –, sendo estes últimos objeto da maior parte dos estudos sobre a sua vida e obra.

O ESCPORTUGAL assinala esta data tão especial recordando vozes que deram voz a Fernando Pessoa:

Sofia Vitória - Echoes

Depois de “Palavra de Mulher” – editado em 2012, ao lado do pianista Luís Figueiredo e baseado em canções de Chico Buarque – Sofia Vitória regressou em 2016 aos discos com “Echoes”, álbum inteiramente baseado em poemas e trechos de prosa escritos em inglês por Fernando Pessoa, e assinados por ele ou dois dos seus heterónimos (Alexander Search e Charles Robert Anon). Aquando do lançamento, Sofia Vitória explicou que “Echoes” "é um conjunto de canções com som de memória mas também de mundo novo que se constrói e que ecoa de forma profunda na essência universal de cada ser humano; de cada alma, de cada pessoa que somos, de todas as pessoas que foi Fernando Pessoa”.


Diogo Piçarra - Sei bem que nunca serei ninguém

"Diogo Piçarra em Pessoa", projeto criativo de reconstrução da obra de Fernando Pessoa e dos seus heterónimos, é dedicado aos alunos do 7º ao 12º anos de escolaridade e, além da edição de um livro, inclui a exibição de uma peça de teatro e a adaptação musical de poemas. Segundo a Universal Music, o livro tem uma natureza interativa, "onde o leitor é desafiado a criar a sua própria versão dos poemas de Fernando Pessoa e a construir a biografia dos seus heterónimos. Cada poema apresentado no livro é também representado por ilustrações simples, que acompanharão o leitor na interpretação e análise da obra de Pessoa". A peça de teatro resulta de uma dramatização onde Pessoa, Piçarra e os respetivos heterónimos se confrontam em diálogos complexos sobre a vida.


Alexander Search - A Day of Sun

Alexander Search é um heterónimo inglês de Fernando Pessoa escolhido por Júlio Resende para o batismo de uma banda de rock eletrónico. O pianista insere este projeto num universo ficcional e assume também ele um heterónimo, Augustus Search. Salvador Sobral, vocalista, é Benjamin Cymbra; o guitarrista Daniel Neto é Marvel K.; André Nascimento, nas eletrónicas, desempenha o papel de Sgt. William Byng; a bateria e percussão ficará a cargo de Joel Silva, ou Mr. Tagus. Os Alexander Search editaram o homónimo álbum de estreia em junho do ano passado.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

1 comentário:

  1. Anónimo21:01

    Há mais duas eurovisivas, a Inês Santos ("Guardador de Rebanhos, 1996) e Dina (Meu Limão, Meu Limoeiro, 1975).

    ResponderEliminar