[ZONA DE DISCOS #43] Michael Schulte - "Dreamer"

Todas as semanas no ESCPORTUGAL, a crítica aos álbuns editados por artistas que participaram no concurso Eurovisão da Canção e/ou seleções nacionais ao longo dos anos. Esta semana o destaque vai o novo álbum de Michael Schulte.. 
O responsável da rubrica é Carlos Carvalho.


Data de lançamento: 04 de maio de 2018
Nota: 9/10


É a Eurovisão 2018 a funcionar em moldes “old school” para um dos maiores mercados europeus, a Alemanha, isto é, como uma derradeira rampa de lançamento comercial para novos talentos. Foi precisamente isso que aconteceu a Michael Schulte depois de ter defendido as cores da bandeira alemã com “You let walk alone”. “You let me walk alone” é o seu 13º single, mas foi o primeiro a chegar ao top 3 alemão (o meu top 3 alemão eurovisivo desde 2012), e pela primeira Michael Schulte figura no top 30 alemão de álbuns com “Dreamer” (#29).

Alemanha, o país que tem sido incompreensivelmente humilhado na Eurovisão, apresentou um dos melhores temas a concurso na edição lisboeta. As comparações a grandes nomes poderão ser óbvias, mas afastemo-nos destes hipotéticos paralelismos. Michael Schulte cantou em nome próprio e o tema “You let me walk alone” é incontestavelmente mais rico do que a maioria dos grandes sucessos que por aí andam. A Alemanha ajudou, assim, a expandir o arsenal sónico contemporâneo que abundou em Lisboa e enriqueceu-o com uma interpretação que nos parece técnica e emocionalmente correta. Michael Schulte foi o responsável por esta adição qualitativa e a Europa rendeu-se galardoando-o com um quarto lugar.

“Dreamer”, o álbum aqui em análise, é uma compilação em jeito de chamada de atenção para discos que nos passaram despercebidos na altura em que foram lançados. Falamos, de modo particular, dos discos “Wide Awake” (2012), “The Arising” (2014) e “Hold the Rhythm” (2017), a que se junta, obviamente “You let me walk alone”. São 16 temas no total (mais 4 versões acústicas) que apesar de terem proveniência temporária distinta não nos causa a sensação de estarmos a ouvir temas avulso, mas sim a de testemunharmos a consolidação de um novo nome pop contemporâneo.

Desde a (re)descoberta do single de 2014 “Rock And Scissors” (#2), passando por temas mais ritmados, “End of my days” (#3), que até nos fazem lembrar nomes como Mumford & Sons ou até mesmo os The Lumineers, “The Maze” (#7) ou “Take me as I am” (#14), piscando o olho a um ligeiro ambiente post-rock em “Mountain Spring” (#15). Para quem continua enamorado por “You let me walk alone” há muitas razões por querer ouvir “Dreamer”, desde “You Said You'd Grow Old With Me” (#10) a “Falling Appart” (#11).

Para destacar um tema, torna-se difícil pois são muitas as boas propostas, mas acabo por selecionar “Thoughts” (#4) e “You said you'd grow old with me” por terem sido os que tiveram um maior impacto numa primeira audição. “Dreamer”, para descobrir e ouvir com atenção.

 Alinhamento
You Let Me Walk Alone Rock And Scissors (2014 // 1º single de “The Arising”)
End Of My Days (2017 // 1º single de “Hold the Rhythm”)
Thoughts (2014 // do álbum “The Arising”) The Deep (2014 // do álbum “The Arising”)
Rusted Blood (2017 // do álbum “Hold the Rhythm”)
The Maze (2014 // 2º single de “The Arising” )
Dear Doubt (2014 // do álbum “The Arising”)
Flicker (2017 // do álbum “Hold the Rhythm”)
You Said You'd Grow Old With Me (2012 // 2º single do álbum “Wide Awake”)
Falling Apart (2017 // 2º single do álbum “Hold the Rhytm”)
Silence (2014 // do álbum “The Arising”)
Take It All Away (2014 // do álbum “The Arising”)
Take Me As I Am (2012 // do álbum “Wide Awake”)
Mountain Spring (2014 // do álbum “The Arising”)
Heard You Crying (2012 // do álbum “Wide Awake”)
You Let Me Walk Alone (Acoustic)
You Said You'd Grow Old With Me (Acoustic)
You'll Be Okay (Acoustic): 2014 // do álbum “The Arising”
Holding Back The Fire (Acoustic): 2014 // do álbum “The Arising”

Vídeos promocionais (por ordem do alinhamento do álbum) You Let Me Walk Alone 

 Rock and Scissors 

 End of my Days 

 Thoughts (tema destacado por Carlos Carvalho) 

The Maze
   

 You said you'd grow old with me 

 Falling Apart 
Silence
   

 Pode ouvir o disco AQUI

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OPINIÃO CARLOS CARVALHO / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

1 comentário:

  1. Ricardo Alves22:13

    Sou fã destas criticas aos discos. Tenho ouvido muitos albuns

    ResponderEliminar