ESC2018: Revelada a ordem de atuação da Final do Festival Eurovisão 2018


A EBU/UER revelou, esta noite, a ordem de atuação da Grande Final do Festival Eurovisão 2018. Ucrânia é o primeiro país a subir ao palco, enquanto Itália encerra o alinhamento.


Depois do sorteio das duas semifinais e do sorteio que colocou Portugal a atuar na 8.ª posição, a EBU/UER revelou, esta noite, a ordem de atuação da Grande Final do Festival Eurovisão 2018. Ucrânia é o primeiro país a subir ao palco no sábado, enquanto Itália encerrará o alinhamento das 26 canções. Portugal atua entre a Noruega e o Reino Unido.

Aceda, de seguida, ao alinhamento da Final do Festival Eurovisão 2018:

1. Ucrânia 
2. Espanha
3. Eslovénia
4. Lituânia
5. Áustria
6. Estónia
7. Noruega
8. PORTUGAL
9. Reino Unido
10. Sérvia
11. Alemanha
12. Albânia
13. França 
14. República Checa
15. Dinamarca
16. Austrália
17. Finlândia
18. Bulgária
19. Moldávia
20. Suécia
21. Hungria
22. Israel
23. Holanda
24. Irlanda
25. Chipre
26. Itália

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

62 comentários:

  1. Anónimo01:01

    E pronto, é lógico que vai ser o Chipre que vai ganhar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo03:41

      uiii os espanhois estao furiosos.

      Eliminar
    2. Anónimo05:55

      LOL os espanhóis que vão ver se chove.

      Eliminar
    3. Nunca uma canção que se apresentou em segundo lugar ganhou o ESC...

      Eliminar
    4. Anónimo14:35

      Mas alguém achava que a Espanha ia ganhar?? Com uma cópia de baladas da Disney? Sem qualquer staging adequado e um casal falso de namorados? Menos! Achavam que, depois de Portugal ter ganho com a proposta minimalista do Salvador, bastava apresentarem uma balada qualquer. Andam sempre à boleia de Portugal mas nem copiar sabem!

      Eliminar
    5. Anónimo15:39

      Sempre a boleia de Portugal?????? Ahahaha como se Espanha tivesse de imitar Portugal para algo... Basta ver este ano... Óbvio que Espanha vai ficar bem a nossa frente...

      Eliminar
    6. Anónimo19:28

      Claro que imita e em tudo. Aliás, sempre foi assim. Os espanhóis nunca tiveram ideias próprias. O próprio país está em desintegração.

      Eliminar
    7. Anónimo20:57

      Ahah como se Portugal tivesse muitas ideias próprias... A nível eurovisivo basta ver os resultados Espanhóis e Portugueses e ver quais os melhores... ESPANHA ÓBVIO!!!

      Eliminar
    8. Anónimo00:17

      LOOL Uma vitória para cada um. Até estava a fazer uma análise mais abrangente sobre a relação dos dois países...e se olharmos para a História Portugal esteve sempre à frente.Lá está é preciso saber,

      Eliminar
  2. Anónimo01:01

    E pronto, é lógico que vai ser o Chipre que vai ganhar...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo01:03

    Lituania corre o risco de ser esquecida assim como a Espanha
    Portugal ate esta bem. No meio de duas assim assim
    A Irlanda vai ser abafada logo com o Chipre a atuar de seguida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:46

      Portugal corre o mesmo risco de abafamento!!

      Eliminar
    2. Anónimo03:14

      vamos levar com o Rybak, mas a seguir a nós vem a Surie, mas a Espanha está pior

      Eliminar
  4. Bom sorteio. Entre a Noruega e o Reino Unido, Portugal pode se destacar num momento intimista...
    Chipre e Itália bafejados pela sorte. Portanto, tudo a favor de Nicosia 2019!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:28

      Na ordem de atuação não há sorteio. Os finalistas somente tiram à sorte se atuam na 1a ou 2a parte. Só Portugal, país anfitrião, sorteou a posição exata de atuação na Final.

      Eliminar
    2. Ricardo01:39

      Não é sorte. A EBU é que decide o alinhamento. E acabam de admitir implicitamente que o Chipre ganhou a primeira semifinal. E muito provavelmente vai ganhar no sábado.

      Eliminar
    3. Anónimo01:43

      penso que antes do reino unido temos um intervalo, portanto é ainda melhor

      Eliminar
    4. Obrigado pela informação. Julgava que o alinhamento era sorteado.

      Eliminar
  5. Anónimo01:34

    Uau que ordem tão mas tão a favor de um único país.

    As famosas Mauboy e Saara Alto juntas, toca a anulá-las.

    Israel no meio do rock com a Hungria a anteceder... vamos fazer como a Itália ano passado. Toca a descer e não vencer.

    Estónia e Noruega não vão estragar os planos e toca a pôr seguidas e anular.

    França e Rep. Checa pelo intervalo a meio... será para melhor lembrar ou simplesmente esquecer ambas?

    E depois as mais calminhas baladas colocá-las mais no início possível: Espanha e Lituânia.

    Como a Rússia não está na final e não vá outros de leste estragar a festa então colocar a Ucrânia logo a abrir, esquecer melhor e vá salva-se a Moldávia pelo menos.

    E se alguém visse a Albânia com algum potencial, toca na primeira parte antes do favorito Mercy, vamos ver se passa despercebida.

    Temos também o anfitrião que depois de uma Noruega anulada safa-lhe os britânicos que tanto criticam o Planet Portugal. Até que não foi mau de todo, o Reino Unido seguido a Portugal.

    Mas a ilha ao lado da Irlanda não tem a mesma sorte e colocar o Chipre a seguir vai pegar Fuego à atuação irlandesa de já fostes.

    Para não ser tão escandaloso, já que fechou a 1ª semifinal, fica em penúltimo antes de uma atuação de tema forte italiano, mas que não chega para ganhar.

    LOGO: CHIPRE É UM BENEFICIADO, OU SEJA CHIPRE É O VENCEDOR DO ESC 2018! VIVA, MUSIC IS FIREWORKS, MUSIC IS FUEGO!!! FAZER REGRESSAR A EUROVISÃO AO SEU ESTILO: POPDANCE WITH FIREWORKS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou falar verdade, as músicas dance que ganharam no passado: 2004,2005,2010 e 2015 eram melhores que a do Chipre.

      Eliminar
    2. Que teoria da conspiração mais retorcida, mas se calhar Chipre vai mesmo levar o caneco. Espero que não...

      Eliminar
  6. Anónimo01:41

    Não sei se voltará a ganhar uma balada, mas a ser uma balada, Lituânia e Alemanha aparecem fortíssimas, logo logo seguidas da Irlanda. A Lituânia e a Irlanda são as grandes surpresas até agora.

    De resto, Israel e Chipre devem lutar taco a taco.

    Espero que os 8, 10 e 12 pontos de Portugal incluam Itália e França. E atenção ao Reino Unido que tem passado relativamente despercebido mas traz uma canção cheia de qualidade - a Surie pode bem conseguir um Top 3 (ou até mais) e, num ano com menos concorrência, a vitória! Vamos ver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo10:51

      a Surie num top 3??? Só se for a contar do fundo da tabela xDDDDDD

      Eliminar
    2. Anónimo14:39

      É uma das artistas mais completas, talvez mesmo a mais completa da ediçao deste ano. Afinada, tem presença em palco, carisma e uma classe ímpar em termos de presença mediática. A música pode ser demasiado mainstream para a riqueza de estilos deste ano mas a qualidade está toda lá. Espero um Top 10!

      Eliminar
    3. Anónimo19:31

      Melhor balada: Alemanha
      Melhor dance music: Israel

      Eliminar
  7. Anónimo01:42

    MARAVILHOSO. Ficámos com a melhor posiçao em termos de baladas. Lindo.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo01:45

    Nós não vamos esquecer a Espanha, pois não?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:42

      Ficava feliz com Espanha, mas com lituania em quarto e Estónia a esquecer o que esta para trás em sexto, vai ser muito mas muito complicado. Ficava feliz se Estónia vencesse, mas tenho dúvidas que seja uma preferência massiva.

      Eliminar
    2. Anónimo05:18

      Por favor, a canção de Espanha é uma cópia barata à la Disney. Querem vender a história do casal apaixonado e já se sabe que não há nenhuma relação amorosa. Uma fraude. Se o júri de Portugal lhes dá mais do que três pontos só pode ser brincadeira ou política de voto totalmente em desuso face à qualidade das músicas da edição deste ano. Este é um dos melhores anos desta década em termos de qualidade das músicas (voz e cenografia).

      Eliminar
    3. De facto não sei o que acham da canção espanhola. Há tantas mas tantas canções melhores nesta edição. Meio da tabela já seria um bom resultado

      Eliminar
    4. Anónimo19:29

      Espanha leva uns 3 ou 4 pontos e já vão com sorte.

      Eliminar
    5. Anónimo00:21

      Com a quantidade de músicas de qualidade da final, se a Espanha levar 1 já pode ficar contente. A final de Lisboa 2018 é uma das mais competitivas de sempre.

      Eliminar
  9. Anónimo02:13

    Atenção à Itália, a qualidade vocal associada à projeção das frases em várias línguas - excelente pormenor - podem mudar o jogo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:35

      Nem mais!
      Sim, Israel e Chipre estão próximas pq tão no campeonato pirotécnico, tal como a Hungria 1pouco antes. As baladas plo meio é só prá sala arrefecer 1coche.
      Mas acredito q teja feito mas é prá França ganhar.

      Eliminar
    2. Anónimo02:36

      Irmão, pois a ser Nettas e Fuegos que vença a Itália. Gostava de saber se a Europa ainda alinha nestas shakiradas... que medo.

      Eliminar
    3. Anónimo03:16

      Tanto França e Itália estão bem posicionadas, com um bocado de receio que o Chipre pise a Itália

      Eliminar
    4. Anónimo10:15

      Itália, qualidade vocal? São tão medianos! E cantar não é falar rapidamente... Quanto à canção em si, até "Toy" consegue ser mais original. Creio, e espero, que o tema italiano se classificará nas últimas 5 posições.

      Eliminar
    5. Anónimo14:53

      Que atrocidade! Dizer que aquela coisa de Israel é melhor do que uma canção como a da Itália!

      Definitivamente, a Eurovisão e os seus fãs, com esses gostos peculiares, não são para mim. Depois da maravilha que foi o Salvador, no ano passado, ainda dei uma oportunidade a este concurso, e vou ver no sábado só por causa dele. O resto, tirando uma ou outra exceção (que até nem passou à final) é demasiadamente mau.

      Só tenho pena que Portugal tenha gastado tanto dinheiro com isto... os fãs da Eurovisão não merecem o trabalho e o esforço económico que o país enterrou nisto, pois só insultam o Portugal nas redes sociais. Mesmo o retorno económico que vier por via do turismo servirá apenas para descaracterizar ainda mais Lisboa e especular as rendas das casas, empurrando os portugueses para fora da cidade.

      Fiquem então com Israel, Chipre, leds, pirotecnia e essas coisas de que os fãs tanto gostam. Eu estou fora. Arriverderci

      Eliminar
    6. Anónimo16:38

      14:53...Também fiquei triste. Este ano têm sido crueis connosco e sendo honesto, quero que isto acabe depressa. Não tenho gostado muito desta aventura, os dramas por volta da RTP e do Sobral, as criticas por qualquer coisinha que as apresentadoras façam...enfim. Tenho orgulho do que fizemos e do nosso vencedor. Chipre e Israel nunca chegarão aos calcanhares da Luísa, por muito que doa a muita gente.

      Podem vaiar, podem criticar no twitter, podem reclamar dos leds, tou-me lixando. Fizemos um trabalho bom e dou os parabens a toda a equipa, mesmo não sendo um país rico, tenho orgulho.

      Cansa ouvir mais criticas do que elogios. Cansa sermos sempre enxovalhados porque nao somos uma Suecia. Nao QUEREMOS ser uma Suecia, eles nao sao o centro do mundo eurovisivo. E sabe que mais? Ainda bem que o ESC nao tem a popularidade que o futebol tem por cá, porque se tivesse, muitos destes criticos nunca mais abriram a boca por medo. Fico-me por aqui.

      Até para o ano e parabens às nossas meninas, sao um orgulho.

      Eliminar
  10. Anónimo02:30

    Espanha foi demasiado entalada naquele segundo lugar, ainda para mais com a Lituânia em quarto... E temos a Estónia em sexto a fazer esquecer tudo o que se passou para tras, mesmo tendo em conta a 8 posição de Portugal que nunca é extraordinário, fomos beneficiados por grande parte das baladas serem antes de Portugal. A questao aqui é como estara Chipre classificado no júri e no público. Se esteve nas primeiras 2/3 posicoes da sua semi, actuando agora no fim tem todo o caminho para vencer a Eurovisão. Espero estar enganado e que tudo se alinhe por um grande equilíbrio, pois estamos perante a final da Eurovisao mais forte desde que me lembro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:42

      A Espanha é do mais desenxabido que há este ano. Quem é que compra aquele momento Disney forçadíssimo?? Meio da tabela já é muito!!

      Eliminar
    2. Anónimo19:35

      Concordo, nao tavam super em love? Não há beijo? LOOOL São tão unidos como o país Espanha.

      Eliminar
  11. Anónimo02:55

    Outra coisa que reparei, em termos de hipóteses para vencer não é nada bom ser Big5/host. O juri e o público já votou na outras músicas, criou as suas preferências e isso confere alguma resiliencia a votar nas novas 6.

    ResponderEliminar
  12. Anónimo03:12

    Para que vou ver isto se já se sabe o vencedor ? O Chipre óbvio até é quase a última ... Portugal não passa do 20 lugar

    ResponderEliminar
  13. Anónimo03:55

    Ha espanhois a dizer que foi culpa de portugal que escolheu, porque ainda estamos chateados com o facto da suzy nao ter passado lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo05:27

      Os espanhóis que estejam caladinhos e deixem de estragar o cenários com aquelas bandeiras patéticas com nomes de Djs, terras e sei lá mais o quê. A propósito, alguém que os proíba de levar esse lixo para dentro da arena. Todos os anos é a mesma coisa, uma poluição de bandeiras espanholas que só criam ruído. Mais nenhum país faz isto.

      Já agora, temos visto poucas bandeiras portuguesas, o que não deixa de ser um pouco bizarro já que estamos a jogar em casa. Espero ver na final a lusofonia bem representada. Vamos ter atuações de encher o olho e a alma lusófona. Seria LINDO juntar bandeiras de Portugal, Brasil, Cabo Verde, Angola, por aí fora e alinhá-las para pontuar as atuações do Salvador, Caetano Veloso, Sara Tavares, Dino e Mayra.

      Eliminar
    2. Anónimo05:28

      Como assim? O que é que a suzy tem haver com isto

      Eliminar
    3. Anónimo12:54

      Não há muitas bandeiras portuguesas porque a grande maioria dos presentes são estrangeiros, estive nas duas semis e posso contar pelos dedos o número de portugueses com que me cruzei...

      Eliminar
    4. Anónimo19:36

      Como se Portugal é o país que mais bilhetes comprou?

      Eliminar
  14. Anónimo05:50

    Gostava de dizer que a Hungria foi qualquer coisa....wow. Espero que Portugal um dia leve algo assim, uma banda de hardcore ou metal. Seria um lado diferente nosso...um sonho...sinto inveja dos hungaros. Sera que vao ser salvador 2? odiados pelo proprio povo por terem ganho e depois ganham em Lisboa e sao idolatrados.

    ResponderEliminar
  15. Anónimo06:45

    Este ano quem ganha e a Itália, está mais que dito,,, acham que os júris vão dar preferência a Chipre ou Israel? Não, não...
    Este ano seguramente vai ganhar uma música com mensagem e a Itália encaixa-se perfeitamente...
    Não é que isso me deixe muito contente pois não gosto nada de italianos mas vai ser o que vai acontecer...

    ResponderEliminar
  16. Anónimo09:27

    Olhem acho que a vitória do Chipre não está tão assegurada assim , duvido que ganhe no júri , a música não tem qualidade suficiente para ser a vencedora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo. Mas depois de as avózinhas russas terem ficado em 2.º lugar quando já havia júri não digo nada
      Já estou farto deste folclore e de fogo de artificio

      Eliminar
  17. Marta Branco11:12

    Sinceramente? Chipre consegue um honroso 2º lugar e ganha a Itália!

    ResponderEliminar
  18. Anónimo11:22

    Bom dia, sabem como posso vender o meu bilhete duplo para a Final Live (Balcao 2 sector 13)? Surgiu um imprevisto e não vou poder usá-los.
    Obrigado
    f.henriques@outlook.com

    ResponderEliminar
  19. Anónimo11:52

    É a final mais forte de que me lembro nas últimas duas décadas. Mais de metade das canções são fortes candidatas à vitória. Pode ser que se anulem umas ás outras, mas não acredito. Suponho que a reunir o consenso do juri e da audi~encia, talvez França leve a melhor.
    Infelizmente, apesar da qualidade, acho que Portugal é um dos elos mais fracos. vamos ficar no fundo da tabela. pelo menos podemos orgulhar-nos da proposta ter qualidade, mas não conseguimos ultrapassar o staging e e toda a apresentação da amioria das outras.

    ResponderEliminar
  20. O ano passado a Bulgária também ficou em 25..

    ResponderEliminar
  21. Anónimo12:56

    A Vitória vai ser atribuída à França... favorita no júri e talvez terceira no televoto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito provável. Sempre é melhor que as canções fogo de artifício

      Eliminar
    2. Anónimo14:47

      Concordo! É uma excelente canção que tem tudo: qualidade vocal, presença em palco, coreografia e mensagem. E eles são super simpáticos, ao contrário de muitos franceses. Espero bem que o júri português faça justiça à canção francesa e também à italiana (12 e 10 pontos), tendo de incluir obviamente nos 8 pontos uma canção com outro registo, mais dançável, que terá de ser entre Suécia e Israel, de longe as melhores deste ano neste género.

      Eliminar
  22. Anónimo17:52

    Não concordo que o lugar em que uma país actua tenha relevância para a vitória ou não, o que conta mesmo é a qualidade, e se uma canção se destacar de todas as outras por ser melhor provavelmente vencerá, um bom exemplo disso foi a vitória de Portugal no ano passado porque era de longe a melhor canção, Portugal atuou no 11ªlugar mas independentemente do lugar de atuação venceria sempre. Este ano poderá ter alguma importância porque não há nenhuma canção que se destaque das restastes.

    ResponderEliminar
  23. Anónimo22:39

    Meu Deus... que intervalos tão chatos!...

    ResponderEliminar