Islândia: Daði Freyr apoia boicote ao Festival Eurovisão 2019 em Israel


Daði Freyr mostrou o seu apoio para com os peticionários contra a participação da Islândia no Festival Eurovisão em Israel: "Não posso imaginar participar na Eurovisão com a consciência tranquila, enquanto Israel usa uma violência terrível contra o povo palestiniano".


A polémica em torno da eventual realização do Festival Eurovisão 2019 em Israel está instalada. Depois do apelo ao boicote da Irlanda (AQUI), na Islândia existe uma petição contra a participação do país no evento que, em menos de 24 horas, registou mais de 10 mil assinaturas.

Daði Freyr, vice-campeão da final nacional do país no Festival Eurovisão 2017, é um dos cantores que já declarou o boicote ao evento, retirando o seu interesse em participar no concurso do próximo ano:"Não posso imaginar participar na festa que é o Festival Eurovisão com a consciência tranquila, enquanto o Estado de Israel e o seu exército usam uma violência terrível contra o povo palestiniano", escreveu o cantor nas redes sociais.


Apesar de não ter confirmado oficialmente a participação no certame de 2019, Skarphéðinn Guðmundsson declarou que a RÚV tenciona estar representada no concurso: "Nesta fase estamos a analisar o assunto, a localização e os custos... Mas a menos que algo mude, tencionamos participar no concurso do próximo ano".

Fora da Final desde 2014, a Islândia voltou a falhar o apuramento para a Grande Final em Lisboa. Representado por Ari Ólafsson e "Our Choice", o país ficou no último lugar da semifinal com apenas 15 pontos, não tendo recebido qualquer pontuação do televoto.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix / Imagem: Google / Vídeo: Eurovision.tv

12 comentários:

  1. Anónimo18:53

    Hipócrita.

    ResponderEliminar
  2. Israel nunca será um país. Israel são os Estados Unidos na Ásia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:27

      Seguindo essa lógica o Brasil também nunca será um país

      Eliminar
    2. Anónimo22:35

      Não percebi a ideia sobre o Brasil... O Brasil anda a alastrar as suas fronteiras naquilo que é dos outros? (Pergunta séria)

      Eliminar
    3. Concordo Anonimo 2. Anonimo 1, Brasil é uma republica, embora eu gostasse que pertencêssemos a Portugal.

      Eliminar
  3. Anónimo21:12

    Com certeza muitas vozes se levantarão contra a realização do ESC2019 em Israel e com toda razão, porque o país não reúne as condições de segurança necessárias para a realização de tão importante evento. Está situação ainda vai dar muito que falar, e se o ESC2019 se realizar em Israel de certeza absoluta que haverá alguns países que não vão participar.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo21:16

    Ele devia ter representado a Islandia e nao a outra diva. Parabens Daoi.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo22:26

    Penso que a tomada de posição deste artista poderá levar outros países a cancelar a sua participação em 2019. É realmente preciso que vozes conceituadas, populares a nível internacional, como é o caso, se levantem contra a realização do ESC em Israel. Não se trata de um boicote às iniciativas da Eurovisão, até porque, por exemplo, se manterá a realização do ESCjunior na Bielorrússia, um país cujas posições de defesa dos direitos humanos o tem distinguido no seio das nações europeias.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo00:02

    A EBU que proponha Chipre já como segunda opção se Israel não conseguir assegurar EM SEGURANÇA o ESC 2019. E quanto a Jerusalém nem pensar: em 2019 já terão morrido muitos pela Palestina e Gaza.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo09:30

    Gostava que a RTP tivesse coragem e dignidade de fazer o mesmo. (Se não, que se faça também uma petição de boicote). Não participar é não pactuar com a política de massacre de Israel. Este é um dos casos em que espero funcione mesmo a política.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo23:34

    Acho-o super parecido com a Luisa fisicamente...e parece ser um artista com muito feeling e principios. Ia dar-se bem com o sobral.

    ResponderEliminar