[ZONA DE DISCOS #39] Eleni Foureira - "Vasilissa"

Todas as semanas no ESCPORTUGAL, a crítica aos álbuns editados por artistas que participaram no concurso Eurovisão da Canção e/ou seleções nacionais ao longo dos anos. Esta semana o destaque vai o novo álbum de Eleni Foureira. 
O responsável da rubrica é Carlos Carvalho.

Data de lançamento: 11 de dezembro de 2017
Nota: 7/10


Promete incendiar a Altive Arena no próximo dia 8 de maio. Se vai ser bem-sucedida ou impedida de alastrar o seu fogo até à noite de 12 de maio ainda não sabemos, mas Eleni Foureira traz na bagagem um álbum fresquíssimo, intitulado “Vasilissa” (“Rainha”). “Vasilissa” não antecipa tendências, pretendo ser “apenas” puro pop que tenta manter uma relação estreita com as disposições atuais deste universo musical. O novo álbum de Eleni Foureira é o terceiro da sua carreira e os oito temas originais que compõem o disco são uma retrospectiva de singles lançados entre 2015 e finais de 2017, dispostos num alinhamento avulso, num disco que tanto tem para ouvir, como para ver. Os oito temas são acompanhados de vídeos promocionais carregados de sensualidade. Vejam (e já agora, oiçam) “Pio Dynatá” (#4), “Ti Koitás” (#6) e “2018 S' Agapó” (#7). Este último foi um presente de Natal (sensual) lançado poucos dias antes do último 25 de dezembro.

A aposta em batidas dance e em atuações que evidenciam, a todo o momento, um narcisismo exacerbado, reclamando o derradeiro título de diva pop, fazem deste “Vasilissa” (“Rainha”), um disco aparentemente supérfluo. Mas há conteúdo, atenção. Apesar da indisfarçada frieza interpretativa, há uma grande técnica vocal (pelo menos no registo de estúdio) e não há temas para preencher o disco (vulgos “fillers”). Os oito momentos valem por si, sendo esta a mais-valia do álbum.

 É uma rainha com uma atitude pop, fazendo lembrar outras rainhas internacionalmente mais conhecidas, caindo numa homogeneidade sonora, apesar das influências orientais (não gregas) presentes em alguns dos temas, como na canção que abre o disco (o tema título do álbum) e “Móno Gia Séna” (#8). O álbum recupera ainda um tema de A.M. SNiPER em que participou como voz principal, “Send For Me” (A.M. SNiPER ft. Eleni Foureira & Afro B - #9), sendo as canções 10, 11 e 12, versões em inglês dos temas “Pio Dynatá” (#4, intitulada “Ladies”), “Ti Koitás” (#6, Come Tiki Tam) e “Móno Gia Séna” (#8, “Follow the sunrise”).

 O disco teve entrada direta para o #15 na tabela de vendas grega, apresentando o seguinte percurso nas semanas seguintes: #22, #19, #75, #55, #43 e #68.

“Vasilissa” não inclui “Fuego”, por isso é provável que uma nova versão esteja a caminho.

Alinhamento (com vídeos promocionais incluídos): 

 1. Βασίλισσα // Vasílissa (Tema destacado por Carlos Carvalho) 

 2. Το Κάτι Που Έχεις // To Káti Pou Écheis 

 3. Στο Θεό Με Πάει // Sto Theó Me Páei // versão grega do tema que representou Israel no ESC 2015, “Golden Boy”. 

 4. Πιο Δυνατά // Pio Dynatá 

 5. Δεν Σου Χρωστάω Αγάπη // Den Sou Chrostáo Agápi 

 6. Τι Κοιτάς // Ti Koitás ft. Mike 

 7. 2018 Σ' Αγαπώ // 2018 S' Agapó 

 8. Μόνο Για Σένα // Móno Gia Séna 

 9. Send For Me (A.M. SNiPER - Send For Me ft. Eleni Foureira & Afro B) 

 10. Ladies (Versão inglesa de “Pio Dynatá”, canção #4) 

 11. Come Tiki Tam (versão inglesa de “Ti Koitás”, canção #6) 

 12. Follow The Sunrise (versão inglesa de “Móno Gia Séna”, canção #8) 

Pode ouvir o disco AQUI

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OPINIAO CARLOS CARVALHO / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

Sem comentários