Portugal: Salvador Sobral e Luísa Sobral condecorados por Marcelo Rebelo de Sousa


O Presidente da República condecorou hoje os músicos Luísa e Salvador Sobral com o grau de comendadores da Ordem do Mérito, pelo "êxito singular" que alcançaram no ano passado com a vitória do festival da Eurovisão.

Luísa Sobral e Salvador Sobral receberam, esta tarde, o Prémio Personalidade do Ano 2017 da Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal (AIEP), na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, marcou presença na Cerimónia, tendo atribuído o grau de comendadores da Ordem do Mérito à dupla responsável pela primeira vitória de Portugal no Festival Eurovisão 2017.

"A quase um ano do momento vivido, existe já o distanciamento que faltava no turbilhão de factos e sentimentos então dominantes", considerou o Presidente da República, acrescentando: "Este é o instante adequado para anunciar a condecoração com a Ordem do Mérito, atribuída em nome de Portugal". "É muito importante que isto tenha acontecido num país tantas vezes cronicamente pessimista e, sobretudo, com um país cheio de bem-pensantes que, se possível, ainda são mil vezes mais pessimistas do que o povo" afirmou, salientando a importância da vitória para a autoestima dos portugueses.

No seu entender, os êxitos internacionais têm mostrado aos portugueses que não estão "condenados a nada" em competições internacionais, "até em matérias tão aparentemente triviais para muitos nossos amigos intelectuais como canções e futebol". "[A Eurovisão], tal como o Campeonato da Europa, e esperamos que também o Campeonato do Mundo, deixou de ser uma competição onde ficamos à porta, onde não temos hipóteses, de onde saímos com prestigio, mas sem sucesso", reforçou.

Na presença do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, o Presidente da República elogiou os artistas e desportistas portugueses com sucesso internacional, dizendo que, "na prática, são embaixadores de Portugal, por mérito próprio". "E, com todo o respeito que merecem os nossos embaixadores, são embaixadores mais qualificados e mais eficientes do que a generalidade da nossa diplomacia – o senhor ministro da Cultura que me perdoe", acrescentou. Marcelo Rebelo de Sousa enalteceu, depois, a "excecional canção" vencedora da Eurovisão, "distante de efeitos pirotécnicos e ruidosos", descrevendo-a como "uma canção frágil".

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem: Sapo


12 comentários:

  1. Como o Sobral está bonito, até perdeu a barriguinha. Ganhar a Eurovisão fez-lhe bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:41

      De facto o rapaz está com bom ar e ainda bem mas...Barriga???...informe-se antes de escrever tais disparates senhor!

      Eliminar
    2. Anónimo01:49

      Perdeu a barriguinha, porque só por acaso era o coração artificial que ele trazia pendurado...

      Eliminar
    3. barriguinha? mas aquilo alguma vez lhe pareceu uma barriga???? Que falta de noção...

      Eliminar
    4. Anónimo11:07

      O inchaço que tinha na barriga era da bateria que lhe mantinha o ritmo cardiáco.
      Por isso, algumas vezes parecia que ele estava inclinado para a frente, pelo peso da bateria.

      Eliminar
    5. DAN CARV12:59

      Que tontice. Não era o abdómen dilatado, era um coração pendente. Não espreitei por debaixo da roupa, nem seria preciso.Toda a gente sabe o que provocam os liquidos acumulados,tirando a ignorância de alguns.Ao mesmo temo não percebo qual é a importância de um comentário a um comentário em vez de imaginarem o seu próprio. De certeza que o Salvador Sobral, grande artista que é e a boa pessoa que se lhe reconhece ser não deu a mínima importância ao que eu disse.

      Eliminar
    6. DAN CARV13:39

      Tanta gente a apalpar o abdómen do homem e a preocupação que vai nestas cabecinhas.

      Eliminar
  2. Anónimo23:54

    Parabéns Luísa, parabéns Salvador!

    ResponderEliminar
  3. Estávamos à espera todos dias. Viva aos dois, um xi-coração para eles❤💙💛💜💜💝💕💞

    ResponderEliminar
  4. Anónimo10:59

    Após as palavras do Senhor Presidente da República sobre ruído e pirotecnia houve já mexidas significativas na bolsa de apostas: as canções da Irlanda, da Lituânia e de Portugal são dadas como favoritas, prevendo-se que as da Estónia, da Itália, da Finlândia, da Hungria e de Chipre ocupem os últimos lugares.

    ResponderEliminar