[IMAGENS] ESC2018: Veja fotos do primeiro ensaio técnico no palco da Eurovisão

Foi durante a visita de Gonçalo Reis, presidente da RTP, à Altice Arena que decorreu o primeiro ensaio técnico do palco do Eurovision Song Contest 2018.

Foi durante a visita do presidente da RTP, Gonçalo Reis, à Altice Arena que decorreu o primeiro ensaio técnico do palco eurovisivo. Gonçalo Reis pediu para ver o palco em ação e a equipa de produção decidiu mostrar-lhe como será a cenografia húngara. Os artistas que serão responsáveis pelos ensaios stand-in, que decorrerão durante esta semana, também já estiveram na Altice Arena. Pode recordar o vídeo desse momento AQUI.









Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte e Imagem: M&M Productions

32 comentários:

  1. Anónimo00:28

    #QueremosLEDNoPalco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:44

      Não queremos não ;)

      Eliminar
    2. Eu tb quero muita coisa e não tenho. Vocês é os leds... nunca estão bem.

      Eliminar
    3. queres tu filho. Porque eu dispenso!
      Esta tecnologia é não só mais sofisticada como mais impressionante!!

      Eliminar
    4. Queres LEDs? Despeja a tua conta poupança e entrega uma mala com dinheiro na Altice arena. Pode se que consigas um painelzinho ... Lol

      Eliminar
    5. Anónimo02:04

      #QueremosMADONNANoPalco

      Eliminar
    6. Anónimo09:23

      #QueremosMadonnaNoPalco

      Eliminar
  2. Anónimo01:01

    Engraçado que agora há pessoas que são contra o uso de LED no palco da Eurovisão, mas nos anos anteriores, nunca vi/ouvi nenhuma crítica ao uso desta tecnologia... O que o pseudo-intelectualismo faz...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:02

      Depende muito do grafismo que é usado, e eu com formação em artes visuais, é doloroso ver tanta confusão gráfica e a falta de coerência com a canção, melhor exemplo disso é a Rússia 2016, música cheia de gimmkicks e para mim muito empty assim como todo o grafismo que o acompanhou e que encantou o televoto. Também é enjoativo usarem LEDs com rostos ampliados, ou videoclips como fundo. A canção da Suécia deste ano não é nada de WOW, mas está bem conseguida a nível visual e encaixa na música com vibe Daft Punk, é só o que eu acho.
      Impossível não relacionar a música com algo visual, porque a história dos "feelings" tem de surgir de algo captado pelos nossos sentidos.

      Eliminar
    2. Anónimo07:01

      Em anos anteriores era uma tecnologia entusiasmante e que oferecia boas alternativas. No entanto, desde há dois anos para cá tornou-se uma tecnologia aborrecida, previsível e utilisada com muito mau gosto e em exagero. Tudo o que é demais, enjoa.
      Não vejo qual o problema com a vontade de querer ver algo diferente e original!

      E esqueçam isso dos feeling, que isso é conversa da RTP, não minha por exemplo! Não tem nada a ver com intelectualismos, mas sim com gosto e vontade pessoal. Ou agora não gostar de LED's é ser intelectual e ninguém me avisou?!

      Eliminar
    3. Anónimo07:07

      A incapacidade de algumas pessoas em assumir que o palco tem qualidade, está bonito e está perfeitamente equipado e capaz de dar um bom espetáculo só e apenas porque não tem LED's choca-me um pouco. Falta de objetividade por capricho e birra, é o que me parece.

      Antes dos LED's ninguém via a Eurovisão?! Os vencedores mais iconicos de que me lembro não ganharam à custa disso. É um problema?! Não compreendo, de todo... mas cada um com a sua opinião.

      Eliminar
    4. Partilho totalmente da tua opinião. É notável ver, por exemplo, aqui, neste nosso site, a esperança portuguesa ano após ano quanto à realização do certame no seu país. Vemos muitos comentários destes: Lisboa (ano seguinte). Agora, quando finalmente se pode afirmar "Lisboa 2018" e temos uma estação de televisão que se tem empenhado ao máximo para mostrar a sua capacidade em fazer algo bem feito... há este tipo de comentários!
      E pegando um pouco nas tuas palavras, grandes canções subiram a palcos sem LED'S e em espaços bem mais pequenos, que ainda hoje fazem furor. Aliás, segundo as informações da RTP, há uma canção deste ano que sobe ao palco perfazendo o número 1500 (se não estou em erro). Portanto, a maioria destas canções não teve LED'S.
      Todos os anos é a mesma coisa: Portugal não ganha porque a RTP não "quer". Então, e agora que "quer" e que tem tudo para fazer um maravilhoso espectáculo?

      Eliminar
    5. Anónimo16:19

      @ 07:07 & @ 09:46

      CONCORDO e assino por baixo

      Eliminar
  3. Anónimo03:05

    Vai ser um descanso para o ano que vêm ser um outro país o culpado pela forma como a eurovisão è organizada.
    Com um bocadinho de sorte ganha a Bulgária que é para sentirem o que é ter não sei quantas pessoas a queixarem-se que "não mereciam a vitória" nas redes sociais

    ResponderEliminar
  4. Anónimo08:57

    Que se queixa do palco e da falta dos LED é o mesmo que andou aqui a dizer que Portugal nao merecia ganhar. Enfim.
    Eu gostando ou nao apoio sempre o meu país

    ResponderEliminar
  5. Anónimo10:31

    O mais impressionante é que ainda faltava meses para se construir o palco, ninguém tinha visto o resultado é já se queria pôr os organizadores na força!!!

    Nossa... francamente, se fosse contra a ESC, os Suecos deixavam o projeto ir avante!?
    Os 1os ecrãs foram no princípio dos anos 2000, até lá também havia espetáculo. E a RTP também não disse que ia ser a preto e branco e à luz das velas!

    De qualquer maneira, seremos sempre criticados. Se tivéssemos feito igual aos outros, era só gente (cá e lá fora) a dizer : "macaquinhos de imitação", "dizem que não há dinheiro e gastam ali uma fortuna", "querem fazer como os grandes e não conseguem" etc etc etc.

    Quem não quiser ver, apague a televisão e vá sachar o quintal.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo10:57

    Esta conversa dos LEDs já enjoa. Pessoalmente já estou farto de tanta informação visual durante as actuações. Estou curioso para ver como resulta na tv todo aquele jogo de luzes. Na minha opinião será espectacular e se a canção for boa, as pessoas irão votar nela. Dizer que a qualidade de um espectaculo se resume a uns LEDs é super redutor. Sim o ESC é um espectáculo audioVisual e é isso que vão ter!

    ResponderEliminar
  7. O palco está lindo assim. Parem com isso dos leds, isso ia tirar todo o carisma e espetacolaridade que o palco tem!

    ResponderEliminar
  8. Se a captação do som não estiver a 100% pode vir a imagem mais meteórica e sensacional que o espetáculo fica estragado na mesma. O aspeto do som para mim é o mais importante de tudo. Houve algumas eurovisões em que boas canções ficaram bastante prejudicadas por causa da instalação sonora. Fico na expectativa de que isso não venha acontecer agora no nosso festival. Era realmente uma pena depois de décadas de espera para ver uma coisa grandiosa aqui no nosso quintal. A propósito de quintal espero bem que a galinha que cacareja em hebraico não venha a ser a galinha dos ovos de ouro de Israel. Seria muito triste ter que se entregar o troféu que não fosse a uma grande canção mas a uma palhaçada pegada. Muita boa gente ficaria logo após a entrega do prémio ao vencedor a interrogar-se " mas foi para isto que tivémos tanto trabalho e esperámos por longas 6 décadas?" Eu já disse e reafirmo se não ganhar uma boa canção, mesmo que não seja nenhuma das minhas favoritas, será o fim do festival da Eurovisão para mim e irei então arranjar outro tipo de entretenimentos, como jogar na consola,por exemplo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:24

      Completamente de acordo. Se não ganhar uma canção de qualidade, como no ano passado, as pessoas que estão a dar uma oportunidade à Eurovisão pela primeira vez na vida, e que não se revêm na palhaçada das galinhas, macacos e outras pimbalhadas do género, se divorciam de vez do ESC.

      Eliminar
  9. A obsessão compulsiva pelos LEDs...
    Eu sou a favor de inovação e diversidade. Para os fãs de ecrãs LED, fiquem tranquilos, o vencedor deste ano permitirá que para o ano haja outra Eurovisão e assim será todos os anos e os LED estava-se volta!!!
    Poderemos então poder ver reproduzidos em palco os videoclipes oficiais das canções e voltaremos um pouco ao Festival Eurovisão do videoclipe...
    Entretanto penso que será mais inteligente criticar o palco e a organização do festival só no final do certame, porque só aí se terá visto os resultados finais. Falar antes do tempo é para os futurologistas ou velhos do Restelo!

    ResponderEliminar
  10. Anónimo14:39

    Parem com a porcaria dos LED, o palco está brutal !!! , já enjoa esta conversa .... isto é um concurso de musica , não é de videoclipes como já alguns países levaram...

    ResponderEliminar
  11. Anónimo14:44

    aqui é que se vai ver quem é o melhor , á muitas canções que só apresentaram as suas canções em videoclipe e que em palco, vão perder e muito , e outras até podem surpreender ... Israel é das que acho que vai perder , e ainda bem porque a canção é pavorosa ....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:43

      A representante do Chipre só apresentou o videoclip e tenho a dizer que pode muito bem ganhar. Vi ela a ensaiar a coreografia e está espectacular! Com o fogo a sair do palco, vai ficar maravilhosa.

      Eliminar
  12. Anónimo17:14

    Meus caros, a opção do palco que está só acontece porque a Eurovisão também correspondeu com a ideia de não haver LED, e uma vez que, sabendo eles, existem opções inovadoras no mercado, como é o que está a acontecer, disseram OK à RTP. Aliás, muitas dessas inovações trazidas para o palco foram dicas, são dicas, de quem já anda nisto há muitos anos e pertence ao núcleo duro da Eurovisão. O único receio no meio desta reanimação do ESC na Europa com impacte noutros continentes, e que começou com a Jamala, continuou com o Salvador, é que ganhe Israel. Pessoalmente até gosto da música, não para ganhar, mas se for a França, a Itália ou até mesmo Bulgária a vencer, concretizam-se os objetivos da Eurovisão que é ganharem músicas com uma qualidade acima da média do que é apresentado, que ganhem países nunca antes vencedores e/ou pelo menos que ganhe um dos Big5.
    PS - não sei se sabem mas existem gestores de mídia e na Eurovisão há doutorados na área.

    Sejam felizes e gozem muito as próximas semanas... Eu vou fazer por isso, visto que nunca pensei que o ESC em Portugal acontecesse antes do séc. XXII. Eheheh...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:48

      Eu também só quero que ganhe uma canção de qualidade e que o ESC se afaste do estigma de espetáculo kitsh. Quero que recupere o prestígio que teve durante muitos anos, antes de se tornar numa espécie de convenção gay, indiferente ao resto da população. Pelo menos nalguns países (incluindo Portugal), todos sabemos que a Eurovisão foi, até há dois ou três anos, uma anedota, onde nenhum músico de qualidade se atreve a pôr os pés).

      Eliminar
    2. Anónimo20:25

      "Quero que recupere o prestígio que teve durante muitos anos, antes de se tornar numa espécie de convenção gay, indiferente ao resto da população." - perdoai-lhes Senhor que eles não sabem o que dizem!

      Eliminar
    3. Anónimo21:59

      20:25 Sabe perfeitamente que é assim. Tirando a exceção da Suécia e dos países de Leste, nenhum músico digno desse nome aceita participar na Eurovisão, sob pena de os danos na carreira serem irreparáveis. No Sul da Europa e em Inglaterra, Holanda, etc. só vão à Eurovisão aspirantes a cantores, saídos de talent-shows, etc. E, até há muito pouco tempo (na verdade ainda é assim), a maioria das pessoas tinha vergonha de dizer que assistia à Eurovisão. Por cá, a maioria das pessoas com menos de 30 anos não assiste à ESC. E os mais velhos, no máximo, fazem disso uma anedota: é tão pobre, em termos musicais, que se assiste para dar umas gargalhadas em família.

      Eliminar
    4. Parabéns aos anónimos das 17:14 e das 21:59, comentários realistas e que sabem do que estão a falar, mesmo que vá contra a "bolha" em que alguns eurofãs estão. :)

      Eliminar
  13. Anónimo20:48

    Vejam também as fotos do primeiro ensaio de câmera com as apresentadoras e outras imagens graças ao blog de Ola Melzig

    https://m-m-pr.com/index.php/eurovision-diary-2018

    ResponderEliminar
  14. Anónimo21:19

    Con as coisas que se tinham podido ver e ainda há quem estranha os LEDs? Por favor! Os LEDs só tem sentido quando são usados con criterio, sem criterio ficam como o ano passado quando só eram selfies gigantes e paisagems feios (ainda mais, muitas cançoes o ano passado foram prejudiçadas con os LEDs, Bélgica por exemplo)

    ResponderEliminar