ESC2018: Israel recebe a pontuação máxima da EC Alemanha



A EC Alemanha, uma das duas associações alemães filiadas à OGAE International atribuiu a pontuação máxima à canção de Israel. França e República Checa seguiram-se nas preferências.


Com 149 fãs associados a votar, a EC Alemanha, uma das duas associações alemães filiadas à OGAE International, revelou, esta tarde, as suas preferências para o Festival Eurovisão 2018. Israel recebeu a pontuação máxima, atingido a marca dos 400 pontos. França e República Checa seguiram-se nas pontuações.

Votação da EC Alemanha
12pts Israel
10pts França
8pts República Checa
7pts Austrália
6pts Finlândia
5pts Dinamarca
4pts Itália
3pts Áustria
2pts Bélgica
1pt Grécia


Classificação Total (39 de 44)

1.º Israel - 400 pontos
2.º França - 311 pontos
3.º Finlândia - 205 pontos
4.º Austrália - 181 pontos
5.º República Checa - 166 pontos
6.º Bulgária - 154 pontos
7.º Bélgica - 131 pontos
8.º Grécia - 109 pontos
9.º Chipre - 87 pontos
10.º Suécia - 86 pontos

11.º Dinamarca - 86 pontos
12.º Estónia - 80 pontos
13.º Áustria - 65 pontos
14.º Itália - 59 pontos
15.º Alemanha - 27 pontos
16.º Bielorrússia - 22 pontos
17.º Ucrânia - 19 pontos
18.º Espanha - 18 pontos
19.º ARJ Macedónia - 15 pontos
20.º Noruega - 13 pontos
21.º Azerbaijão - 10 pontos
22.º Polónia - 5 pontos
23.º Lituânia - 5 pontos
24.º Irlanda - 4 pontos
25.º Reino Unido - 4 pontos
26.º Letónia - 3 pontos
27.º Sérvia - 2 pontos
28.º Moldávia - 2 pontos
29.º Rússia - 1 ponto

Sem pontuação: Albânia, Arménia, Croácia, Eslovénia, Geórgia, Holanda, Hungria, Islândia, Malta, Montenegro, Portugal, Roménia, São Marino e Suíça.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OGAE Internacional / Imagem: ESCPortugal / Vídeo: Eurovision.tv

7 comentários:

  1. Anónimo16:50

    Eu concordo que o Jardim é uma canção demasiado repetitiva, que a interpretação não é nada de especial e que estaríamos mais bem representados com "Para Sorrir Eu Não Preciso de Nada" (essa, sim, era uma composição qualidade), mas 0 pontos também é um exagero... Vamos do 1.º ao último lugar, pelos vistos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:18

      Ai sim??? E deste quando estas votações das OGAE's têm alguma fiabilidade? São meia dúzia a votar e não representam a população que vota na noite da final. Claramente as canções votadas são quase todas POP barato e de mau gosto. Israel, Finlândia, Chipre, Suécia.... desde quando estes países merecem a classificação que têm??? POP do mais cliché.... SC

      Eliminar
    2. Anónimo17:49

      No ano passado a Moldávia recebeu 0 pontos da OGAE e acabou no 3º lugar na final.
      Musicalmente duvido que a canção da Catarina podesse receber uma melhor pontuação, acaba por cair no mesmo registo calmo que grande parte dos fãs eurovisivos criticam na música de Portugal, Espanha, Lituânia, Georgia, Alemanha e por aí fora, e que, na opinião deles, transformam a eurovisão numa grande snooze fest.
      Anónimo, não te preocupes, a OGAE não decide o resultado final

      Eliminar
    3. Anónimo19:03

      É uma lista sem sentido. Nos últimos 10 anos acertaram apenas em 2 ou 3 vencedores e falham quase sempre em mais de metade quer no top3, quer no top10. O ano passado a Moldávia acabou com zero ponto na OGAE e ficou em 3° na final; ou a Rússia em 2015, penso eu, ficou de fora do top10 (bem longe do topo na pontuação) mas terminou em 2° na final.
      Não digo que vamos ficar tão acima na tabela como estes exemplos, embora espere que isso aconteça, mas não faz sentido levar este resultado a sério. Não é um indicador minimamente fiável!

      Eliminar
  2. Só uma coisa, sei que não tem a ver com o artigo mas hoje sopostamnete não ia sair o video clip de "O Jardim"?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:38

      Dia 29, creio eu!

      Eliminar
  3. Anónimo20:28

    A verdade é que entre as bem pontuadas estão também cancoes de qualidade. França, Bélgica e Estónia não correspondem ao meu conceito de pop barato e de mau gosto, mas talvez sejam paea o anónimo das 17:18.

    ResponderEliminar