[Olhares sobre o MGP2018] Quem representará a Noruega no Festival Eurovisão 2018?


Dez canções estão na corrida para representar a Noruega no Festival Eurovisão 2018. Quem será o vencedor do Melodi Grand Prix? Conheça as previsões do painel do Olhares sobre as finais nacionais.


O Oslo Spektrum recebe, esta noite, o Melodi Grand Prix 2018, final nacional norueguesa para o Festival Eurovisão 2018. Alexander Rybak, vencedor do Festival Eurovisão 2009, e Stella Mwangi e Aleksander Walmann, representantes do país em 2011 e 2017, estão na corrida para representar o país em Lisboa. A votação decorrerá em duas rondas: na primeira, o júri (50%) e o televoto (50%) irão eleger os três superfinalistas que disputarão a segunda ronda, onde apenas o público irá votar.

Saiba AQUI como participar no Olhares sobre as finais nacionais.

Não perca mais tempo e conheça os favoritos do painel do Olhares sobre o Melodi Grand Prix:

Daniel Carvalho aposta em Aleksander Walmann e "Talk to the hand"

Apesar deste ano ser uma melhoria em relação a 2017, a final nacional Norueguesa tem vindo a descer de qualidade visivelmente desde a saída do anterior diretor do Melodi Grand Prix em 2015. Acho que há muitas semelhanças com o Melodifestivalen deste ano – uma final desapontante e mediana em termos de qualidade musical, mas em que as chances de ambos os países na Eurovisão podem ser salvas por um eletropop masculino moderno com toques de disco e funk retro, sendo esta hipótese representada, no caso da Noruega, pelo Aleksander Wallman. As restantes músicas são estragadas por um refrão desapontante depois de versos fortes e que se desenvolvem bem, como no caso da Rebecca e da Charla K, ou simplesmente por 3 minutos de desilusão, frustração e puro desapontamento como no caso do Alexander Rybak.


Diogo Mota aposta em Alexander Rybak e "That´s how you write a song"
No geral, considero esta final nacional um pouco para um país como a Noruega que nos últimos cinco anos de eurovisão ficou quatro vezes no Top 10. A minha escolha recai sobre a canção do Alexander Rybak que não se compara à "Fairytale" de 2009 (que ganhou), contudo é um ótimo esforço e, comparando às outras, é bastante boa. 


Francisco Rodrigues aposta em Alexander Rybak e "That´s how you write a song"
A Noruega apresenta-nos esta ano uma grande seleção nacional, das melhores até agora. Com tantas músicas espataculares consegue haver uma que se destaca e é a música do grande Alexander Ryback (vencedor esc 2009). A música chama-se "That's how you write a song" e é uma lufada de ar fresco, super divertida e bem feita subretudo, com esta música a Noruega pode arriscar-se até a ganhar esta ano, também pelo carinho que os eurofans têm pelo Alexander, mas a música é espectacular super descontaria, dançável e divertida. O que um eurofan pode querer mais? Mas não posso de deixar de falar da música "Who we are" que vai dar luta pois é uma música poderosa.

Hugo Sepúlveda aposta em Aleksander Walmann e "Talk to the hand"
A par com a Islândia, a Noruega é dos meus país eurovisivos preferidos e também das maiores desilusões deste ano, para não falar do Alexander Rybak. Daqui, não gosto propriamente de nenhuma e para conseguir "tolerar" alguma demorou muito tempo. Para mim, para representar a Noruega seria Rebecca ou Aleksander Walmann. Who We Are é aquela música "fofinha" com uma estrutura básica que volta e meia aparece no esc, por isso dependerá da performance da Rebecca. Quanto a Talk to the Hand, apesar de tudo traz energia e ritmo com um toque de modernidade. Acaba por se tornar catchy e penso que Aleksander possa trazer um lugar minimamente "honroso".

Jéssica Lopes aposta em Rebecca e "Who We Are"
A minha favorita deste ano pela Noruega vai para a Rebecca pois acho a musica  com uma melodia muito bonita que no crescer da musica torna-se muito forte para alem de que a musica tem uma grande mensagem e uma boa propulsão musical como tanbem o autor da musica já representou o Pais em 2015 o que ajuda muito para sair vencedora . Num modo geral acho todas as musicas muito interessantes e muito diferentes umas das outras onde existe uma grande variedade de cantores o que é raro vindo da Noruega . Sei que o favorito a ganhar já foi a Eurovisão por isso acho que devem dar lugar a quem nunca viveu a experiência.


João Diogo aposta em Rebecca e "Who We Are"
A Noruega apresenta-nos uma final nacional com alguns regressos que deram que falar, principalmente o de Alexander Rybak, vencedor da Eurovisão 2009. Infelizmente o cantor não esteve à altura das expetativas, na minha opinião. Dos regressados Aleksander Walmann e Morland (compositor de Who We Are) têm as melhores canções. O meu favoritismo recai mesmo na canção de Rebecca.

Nuno Reis Conceição aposta em Charla K e "Stop The Music"
A final norueguesa tem alguma diversidade musical e, no cômputo geral, um leque de propostas interessante. Das 10 canções, há três que facilmente ascenderam ao meu Top: "Stop The Music" (Charla K), "Who We Are" (Rebecca) e "Light Me Up" (Nicoline). Depois do trio de mulheres, surgem as propostas defendidas pelos 3 Alexandres, pela ordem: Aleksander, Alejandro e Alexander. A única canção cantada em norueguês surge na 7ª posição. Para a vitória no "Melodi Grand Prix 2018", a minha aposta recai na canção defendida pela Charla K (uma melodia contemporânea, muito bem interpretada, com um refrão marcante e aqueles "uh-uh-uh-uh-uh..." que ficam no ouvido).


Tiago Silva aposta em Charla K e "Stop The Music"
A Noruega é dos países mais "bipolares" no ESC como bem sabemos. Porém, seguindo o bom ritmo dos anos mais recentes, o MGP tem a oportunidade de dar ao país nórdico mais uma qualificação para a final em Lisboa. Para tal, a minha escolha seria Stop The Music. Uma música sóbria, bem produzida e segura. Como opções viáveis destaco ainda os regressados Stella e Aleksander, com os seus divertidos You Got Me e Talk To The Hand, ambas músicas num registo bem ao estilo americano do que anda a resultar internacionalmente e bem mais divertidas que a música da Charla K. Tudo vai depender do mood norueguês na noite da final.

Aceda, de seguida, aos resultados das votações dos 6 comentadores:



1.º Rebecca – Who We Are - 74 pontos
2.º Aleksander Walmann – Talk To The Hand - 71 pontos
3.º Charla K – Stop The Music - 67 pontos
4.º Alexander Rybak – That’s How You Write A Song - 56 pontos
5.º Nicoline – Light Me Up - 47 pontos
6.º Stella (Mwangi) and Alexandra – You Got Me - 39 pontos
7.º Ida Maria – Scandilove - 34 pontos
8.º Alejandro Fuentes – Tengo Otra - 31 pontos
9.º Tom Hugo – I like I Like I Like - 24 pontos
10.º Vidar Villa – Moren Din (Your Mother) - 21 pontos

Quer participar  no Olhares sobre as finais nacionais? Saiba tudo AQUI.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários