Portugal: Semifinal 2 do Festival da Canção 2018 acompanhada por 593 mil espetadores


A segunda semifinal do Festival da Canção 2018 foi acompanhada por 593 mil espectadores, tendo sido o segundo programa mais visto do dia na RTP1.

Treze candidatos disputaram, na noite passada, o apuramento para a Grande Final do Festival da Canção 2018. Apresentada por Sónia Araújo e Tânia Ribas de Oliveira, a segunda semifinal do certame foi acompanhada, em média, por 593 800 espectadores, correspondendo a um rating de 6,1% e um share de 13,4%, sendo o segundo programa mais visto da RTP1 e o décimo primeiro do dia na televisão generalista.

A estreia do Secret Story 7 foi líder do horário nobre, tendo sido o programa mais visto do dia com 1 milhão e 684 mil espectadores (17,4/37,6%). Por outro lado, a SIC foi a segunda escolha do horário com a transmissão de D'Improviso Espelho d' Água: o programa de César Mourão foi acompanhado por 638 mil espectadores (6,6/13%), enquanto que a telenovela teve o pior resultado do ano com apenas 579 mil espectadores (6/15,1%).

Aceda, de seguida, aos sete temas finalistas:















Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Zapping / Imagem: RTP / Vídeo: RTP

11 comentários:

  1. Anónimo13:01

    Era de esperar, o Secret Story reúne muita gente

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:32

      O jogo do Porto também deve ter tido algum peso

      Eliminar
    2. Anónimo16:56

      No meu caso também vi o jogodo Porto

      Eliminar
  2. Das que aqui estão só a Cláudia escapa....mas não para ganhar. A vencedora está na primeira semifinal .Catarina ou Joana. Homens este ano não.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo14:39

    A culpa é toda da rtp .. este festival da canção não consegue atrair público jovem , falta musicas comerciais , músicas pop e atuais ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:16

      Nesta semifinal haviam artistas para demografias mais jovens como o Piçarra, o Xinobi, Isaura e Capicua, mas concordo, faltavam artistas mais contêmporaneos e atuaís, podiam ter pedido conselhos à equipa da antena 3 sobre quem convidar que eles em novos autores e bandas são os expertos

      Eliminar
  4. Anónimo15:13

    Sim, o Secret Story, e ainda mais a quererem ver como se saía o novo apresentador...

    Eu vi as eliminatórias do Festival. Adorei a música e toda a encenação em palco do Diogo Piçarra e da Cláudia Pascoal, qualquer uma delas, será um grande momento na Eurovisão. A seguir, nas minhas preferências, vem o Janeiro, da eliminatória anterior, depois a música "Para sorrir não preciso de nada" e por fim a música do Jorge Palma.
    São estas as minhas preferidas por ordem de preferência.

    Obrigada pelo vosso trabalho Esc Portugal.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo15:19

    esses números nao sao bons...adoro o que Nuno Galopim fez com o Festival mas agora precisa de realizar que e precisa de ter mais compositors modernos e nomes que se ovem na radio hoje em dia...basta olhar para as canções que o publico escolhe para entender o que of povo quer...so isso pode subir as audiências e o interesse no Festival em Portugal...nao ha razão depois do Salvador e com a expectativa de Portugal ter o ESC que as audiências para o nosso festival não seijao maiores

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:17

      Muito bom comentário! Se as canções entusiasmassem os telespectadores, as audiências teriam subido em flecha.

      Eliminar
  6. Anónimo15:29

    O que me preocupa é se a própria eurovisão vai ter audiências semelhantes em Portugal depois de tanto investimento...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:01

      Mas o que interessa é que a RTP consiga fazer um grande espectáculo e que corra tudo bem. As audiências internas não interessam nada, acho eu, quando, ao realizar a Eurovisão, estão milhões em todo o mundo a assistir, e é isso que interessa em termos publicitários, para o país e para a própria RTP.

      Eliminar