JESC2017: EBU/UER revela uma quebra de 1,3 milhões de espectadores no concurso


A EBU/UER revelou, esta manhã, que o Festival Eurovisão Júnior 2017 foi acompanhado por 2,6 milhões de espectadores, o pior resultado audiométrico dos últimos anos. Portugal foi responsável por cerca de 8% da audiência total.


Tbilissi recebeu, no passado mês de novembro, a 15.ª edição do Festival Eurovisão Júnior, certame que contou com a participação de quinze comitivas e culminou na vitória da Rússia. Esta manhã, a EBU/UER, entidade responsável pelo certame, revelou, aquando da apresentação dos planos para a próxima edição, que será sediada em Minsk, que a competição foi acompanhada por uma média de 2,6 milhões de espectadores. O valor, o mais baixo dos últimos anos, representa uma quebra de 1,3 milhões de espectadores comparativamente com a edição do ano passado.

Recorde AQUI algumas das audiências dos países participantes.

Contudo, a EBU/UER destaca que o valor das audiências é 55% superior ao público médio alcançado pelo conjunto dos 15 canais nesse horário (cerca de 1,7 milhões), realçando os resultados da Geórgia, país anfitrião, que conquistou a maior audiência desde 2013 e o triplo da audiência média no horário. Pelo segundo ano consecutivo, a Polónia foi a responsável pelo maior número de espectadores (0,9 milhões), enquanto que a Holanda conquistou o segundo maior público (0,3 milhões) e o melhor desempenho em relação à média de todos os mercados, com a transmissão a alcançar sete vezes mais espectadores do que o habitual.

Agendada para novembro de 2018, a 16.ª edição do Festival Eurovisão Júnior decorrerá em Minsk, na Bielorrússia, sendo espetável que seja organizada na Minsk Arena, local que albergou a edição de 2010. Bielorrússia, Geórgia, Holanda, Polónia, Portugal e Rússia são os seis países que já manifestaram publicamente interesse em participar no evento.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: junioreurovision,tv

3 comentários:

  1. Anónimo20:21

    Youtuber Youtuber eu quero ser Youtuber

    ResponderEliminar
  2. Anónimo20:23

    Tudo é obsoleto neste formato. O horário de transmissão, as regras da votação, a qualidade das canções, enfim...não tem ponta por onde se pegue. Tinha uma certa ideia que as audiências seriam más, mas na verdade são péssimas.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo23:51

    Sinal dos tempos...sinal dos tempos! A Itália tem uma música que viola a regras do festival (sobre política) e ninguém diz nada. A Eurovisão está sem dinheiro para pagar a orquestras ao vivo. Esperemos pelo que vai acontecer este ano com o Festival em Lisboa...os números da Ucrânia foram desastrosos...mas também ninguém quis falar disso.
    Se a coisa não mudar e não voltar às origens...isto vai ser cada vez pior.

    ResponderEliminar