Islândia: 2 canções serão interpretadas em islandês na Final do Söngvakeppnin 2018


Dois dos seis candidatos a representar a Islândia em Lisboa interpretarão as suas candidaturas em islandês na Final do Söngvakeppnin 2018, o maior número dos últimos três anos.

Depois de duas semifinais onde todas as candidaturas foram, obrigatoriamente, interpretadas em islandês, a emissora estatal da Islândia revelou o alinhamento das candidaturas na Grande Final do Söngvakeppnin 2018, gala em que existe liberdade linguística. Quatro dos candidatos optaram por defender as canções em inglês, enquanto Heimilistónar e Dagur Sigurðsson tomaram a decisão de manter a candidatura em islandês. De realçar que a canção vencedora da competição será interpretada no Festival Eurovisão 2018 na língua que for defendida na final do Söngvakeppnin 2018.

Além disso, o número de canções defendidas em islandês na Grande Final do concurso é o mais elevado desde 2015, ano em que 2 das 7 canções finalistas foram interpretadas na língua nacional. Contudo, desde 1999, a Islândia apenas foi representada por uma canção em islandês em 2013, quando Eypór Ingi Gunnlaugsson levou "Ég á líf" a Malmö.

Aceda, de seguida, ao alinhamento da Final do Söngvakeppnin 2018:

1. Fókus - "Battleline"
2. Áttan - "Here for You"
3. Ari Ólafsson - "Our Choice"
4. Heimilistónar - "Kúst og faejó"
5. Aron Hannes - "Gold Digger"
6. Dagur Sigurdsson - "Ì stormi"

Estreante em 1986, a Islândia conta com 30 participações no Festival Eurovisão, destacando-se os dois segundos lugares de 1999 e 2009: Selma perdeu o título por apenas 17 pontos, enquanto Yohanna ficou a 169 pontos do triunfo. Svala representou a Islândia no Festival Eurovisão 2017 com "Paper", terminando a competição na 15.ª posição com 60 pontos, sendo que Portugal não lhe atribuiu qualquer pontuação. Recorde a prestação de seguida:


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: RÚV

Sem comentários