FC2018: Gerardo Rodrigues analisa o suposto plágio de «Canção do Fim»


Gerardo Rodrigues, compositor vencedor do Festival da Canção de 2000, analisou "Canção do Fim", tema que Diogo Piçarra defendeu na segunda semifinal do concurso deste ano.

Vencedor do Festival da Canção de 2000 enquanto compositor e orquestrador de "Sonhos Mágicos", Gerardo Rodrigues tem estado em destaque nas redes sociais devido a uma publicação sobre o alegado plágio de Diogo Piçarra com a canção que levou ao Festival da Canção 2018, "Canção do Fim". O compositor admitiu "apeteceu-me sentar no sofá e transcrever as duas canções para vermos na verdade a semelhança".

Começando por lamentar a retirada do cantor da competição, Gerardo Rodrigues adiantou logo uma série de diferenças entre as duas canções: "A Canção do fim, começa em modo menor e a outra em maior, na primeira parte toda não há 3 ou 4 notas seguidas iguais uma à outra. A simples diferença de modo altera isso do 2º para o 3º grau (isto para os que sabem minimamente de música)". Contudo, admite também semelhanças entre as duas composições: "do momento que entra o instrumental e parte vocal final, aí sim, tenho de dar a mão à palmatória: É igual em 4 compassos da melodia (mais do que suficiente para legalmente ser considerado plágio ou não-original) e também na harmonia."

No entanto, o compositor garante que não acredita "que tivesse sido intencional", admitindo que o cantor possa ter ouvido "o original em tempos atrás, na tv, numa rádio qualquer, num elevador, e ficado no sub-consciente" e que lhe saiu "esta melodia muito simples e previsível (...) da forma mais sincera e desprovida de malícia". 



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem: GerardoRodriguesFB / Vídeo: RTP

Sem comentários