Daniel Deusdado: "Percebi o erro, mas não havia tempo de recontar tudo"


Daniel Deusdado, diretor de programas da RTP1, percebeu antes do final do programa que tinha sido cometido um erro no apuramento das canções finalistas: "Como é o momento final, não conseguimos perceber imediatamente tudo".

Em entrevista ao Diário de Notícias, Daniel Deusdado, diretor de programas da RTP1, falou sobre o erro no apuramento dos valores do televoto na primeira semifinal do Festival da Canção 2018, situação que provocou uma mudança no lote de finalistas do certame. "Percebi, mas não havia tempo de recontar tudo" revelou o diretor de programas, explicando que, logo após a deteção do erro, foi feita uma auditoria aos resultados, que confirmaram o engano: "Olha-se sempre para tudo e desta vez ainda com mais rigor".

O erro que culminou com a descida de Beatriz Pessoa e o apuramento de Rui David aconteceu na atribuição dos 7 pontos da votação do público. Os resultados do televoto são convertidos em percentagem que, por sua vez, é transformada na escala eurovisiva (12, 10, 8-1): "A pessoa que tem essa tarefa escreve num papel e dá um aos apresentadores e outro vai para o grafismo" explicou Daniel Deusdado. Contudo, os 7 pontos do público foram entregues à canção nº3, 'Eu Te Amo', em vez da canção nº13, 'A Mesma Canção": "Como é no momento final, não conseguimos perceber imediatamente tudo" justificou, revelando que a auditoria confirmou, momentos depois, o erro. "Chamámos os elementos da canção nº3, reunimos com eles, tiveram um fair play absoluto".

Questionado sobre o que mudará na próxima semana, Daniel Deusdado adianta que já estão a ser feitas avaliações: "Temos de arranjar mecanismos de redundância. Estamos a poucas horas do caso, mas haverá um novo método" afirmou, desmarcando-se das críticas de que a RTP foi alvo depois de ter assumido publicamente o erro, "O Festival da Canção não é a Eurovisão, não tem os meios nem o orçamento da Eurovisão. Um erro não pode pôr em causa toda a gente e tudo. Não tira o mérito e profissionalismo de toda a equipa (...) O momento foi "muito duro". Mas jamais não tornaríamos público um erro. Procuramos a verdade e a transparência. Mas vamos tentar não errar.".

Recorde, de seguida, as atuações de Rui David e de Beatriz Pessoa na semifinal do concurso:



Este e outros artigos no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: DN/ Imagem/Vídeo: RTP

4 comentários:

  1. Anónimo11:27

    Não dá para trocar o Janeiro pelo JP Simões? Ufa...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo14:18

    Entao arranjem mas é a porcaria de votaçao do juri, que deu zero pontos, zerooo, à melhor musica da 1ª semi-final, a tal que teve 7 pontos do publico, da Maria Amaral...

    SHAME

    ResponderEliminar
  3. Anónimo15:53

    Triste, pois "Eu Te Amo" é de longe uma das melhores, uma perda do Festival

    ResponderEliminar
  4. É irrelevante de um modo geral as canções são bem medíocres tal qual o profissionalismo dos *profissionais" da RTP. A gravidade está em cometer um erro desta natureza. Este senhor diretor é bom que se empenhe e muito na excelente organização de tudo, rigorosamente tudo que diz respeito ao ESC. Se falha alguma coisa bem pode arrumar as botas.

    ResponderEliminar