EBBA 2018: Kristian Kostov vence o "People's Choice Award"


Kristian Kostov venceu o Prémio do Público dos EBBA e Salvador Sobral deixou algumas palavras no momento do seu discurso. 

Terminou há instantes a cerimónia dos European Border Breaker Awards de 2018. A cerimónia teve lugar em Groninga, na Holanda. Dez artistas emergentes espalhados pela Europa foram esta noite galardoados com os respetivos EBBA. Salvador Sobral foi um dos agraciados da noite.

Dada à impossibilidade de comparência física do cantor português derivado à sua situação de saúde, a sua manager, Ana Paulo, proferiu algumas palavras em seu lugar: "Desculpem não estar presente no evento. Sinto-me estranho por receber um EBBA, um prémio tão prestigiado. Mas é uma estranheza boa. Gosto de passar os meus sentimentos através da música. Claro que agora há uma responsabilidade acrescida. Tenho que continuar a fazer música que toque os corações das pessoas e os seus sentimentos. Obrigado a todos."

Entre os 10 vencedores dos EBBA deste ano, para além de Salvador Sobral, encontram-se outros dois artistas eurovisivos da passada edição do Festival Eurovisão da Canção, Blanche (Bélgica, 2017) e Kristian Kostov (Bulgária, 2017). Os restantes 7 artistas foram Alice Merton (Alemanha), Alma (Finlândia), Off Bloom (Dinamarca), Sigrid (Noruega), Skott (Suécia), The Blaze (França) e Youngr (Reino Unido).

Na gala foi ainda atribuído o Prémio do Público a 1 dos 10 vencedores, após uma votação online pública decorrida durante o passado mês de dezembro no site oficial dos EBBA. O vencedor deste prémio foi o eurovisivo Kristian Kostov, 2.º classificado da última edição do Festival Eurovisão da Canção, apenas atrás de Salvador Sobral.



Estreante em 2005, a Bulgária participou em 11 edições do concurso, tendo falhado apenas as competições de 2014 e 2015. Depois de ter alcançado o apuramento em Estocolmo, o primeiro desde o feito inédito de 2007, o país conquistou, em Kiev, o melhor resultado da sua história: Kristian Kostov e Beautiful Mess alcançaram o 2.º lugar com 615 pontos, perdendo apenas para a candidatura portuguesa. Recorde a atuação de seguida:


Esta e outras notícias no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: EBBA  / Imagem: Ben Houdijk Photography / Vídeo: Eurovision.tv

5 comentários:

  1. Anónimo21:00

    Roubado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:57

      Podiamos ter ganho se tivessemos votado no Salvador. Mas como os portugueses não dão valor ao seus artistas e só dão alguma especie de apoio quando o dito artista está a dar as últimas.É obvio que depois não se veja grandes noticias sobre os verdadeiros artista. Com a cegueira tipica do tuga, só os poprasca é que atingem os estrelato!!

      Eliminar
    2. Anónimo15:48

      22:57 Anónimo - É por mentalidades dessas que demorámos tanto tempo a ganhar. Poprasca? Ve-se bem a sua 'cultura' e falta de noçao. Os intelectuais musicais estao mortinhos por levar musica Moforasca para dormir, mas nem com a vitoria do Salvador vão conseguir. Prova disso é ouvir as musicas dos outros países, a nossa vitoria nao influenciou nada e ainda bem que o pop "rasca" continua em alta. Quer queira quer não, é o estilo de musica que continua e continuará a triunfar. Para tristeza já basta a vida.

      Eliminar
    3. Anónimo15:52

      22:57 Anónimo - E acho sempre irónico falar em cegueira tuga porque na TUGA o que não falta é a mentalidade tão tipica do povinho intelectual "Somos os maiores, os outros é que não entendem a nossa arte>!!!!!" "Musica é balada com instrumentozinho e deprimente" ...e por causa dessa falta de humildade e mente fechada que a reputaçao do Portugal melancolico, triste, enfadonho não muda no ESC.

      Eliminar
  2. Anónimo01:00

    Quantas musicas o artista têm Uma duas Não mais do que isso e já acham que ele é o melhor. Não é e duvido que vá ser.
    Cantar não é ser artista precisa de criatividade e isso já se viu que ele não têm.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque