Portugal: Gonçalo Madail destaca "abertura" do Festival da Canção 2018

O coordenador geral do Festival da Canção 2018 falou ao ESCPORTUGAL sobre o conceito da edição deste ano e sobre todas as novidades que vamos ver até à final de 4 de março em Guimarães. 

Numa entrevista com o ESCPORTUGAL após a conferência de imprensa de apresentação do Festival da Canção 2018, Gonçalo Madail destacou a "abertura" que este ano caracteriza o Festival da Canção. E isto não só por se tratar de uma edição com recorde de concorrentes, mas também pelo facto de, em 2018, os olhos da Europa estarem voltados para nossa seleção nacional depois da vitória arrebatadora de Salvador Sobral em 2017. "Este ano especificamente valia a pena mostrar mais artistas, mais música, mais talento, porque eu sei que estamos a ser vistos por essa Europa fora. Isso é muito importante e um grande orgulho", sublinhou este responsável.

Por outro lado, para além dos compositores convidados pela RTP "que se entendem para a Lusofonia", este ano a RTP voltou a abrir as portas a compositores "consagrados ou virgens em matéria de carreira musical" que quisessem, através de um concurso público, também participar no festival, facto que é destacado por Madail. 

Numa conversa que pode ver em vídeo em baixo, Gonçalo Madail informou que a final do Festival da Canção no Multiusos de Guimarães terá uma bilheteira aberta para o público, revelando também, em primeira mão, que as 26 canções concorrentes serão compiladas num CD, a exemplo do que foi feito com sucesso na edição de 2017.




Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: ESCPORTUGAL / Vídeo: ESCPORTUGAL 

3 comentários:

  1. Anónimo08:57

    Excelente!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo16:45

    "... por essa Europa fora"

    Não, o MUNDO inteiro está de olhos postos no FdC!

    ResponderEliminar
  3. Rui Ramos17:56

    Ainda bem que falaram com a pessoa que verdadeiramente mudou o FC

    ResponderEliminar