[PERSONALIDADE] Recorde connosco as personalidades estrangeiras mais marcantes de 2017


Seis personalidades disputam o título de Personalidade Estrangeira do Ano 2017 na votação do ESCPortugal. Conheça melhor os seis selecionados e saiba como votar nos seus favoritos.

Apesar do título de Personalidade Estrangeira do Ano ter sido criado este ano, todos os anteriores vencedores do título Personalidade do Ano são estrangeiros: Anouk (2013), Conchita Wurst (2014), Loic Nottet (2015) e Jamala (2016). Este ano, seis candidatos, escolhidos pela equipa do ESCPortugal, estão na corrida, sendo que apenas um poderá arrecadar a distinção.

Conheça melhor as seis personalidades na disputa e saiba como votar AQUI:

Francesco Gabbani
Depois da vitória na categoria Giovanni no ano anterior, Francesco Gabbani conseguiu a inédita proeza de vencer a principal categoria do Festival de Sanremo com 'Occidentalli's Karma', aceitando, posteriormente, a oportunidade de representar Itália no Festival Eurovisão em Kiev. Favorito das comunidades de fãs na pré-temporada, o cantor liderou as casas de apostas até ao dia da Grande Final... onde não conseguiu melhor do que a 6.ª posição com 334 pontos. Contudo, Francesco Gabbani conquistou diversos recordes em Itália e na Europa, sendo detentor do vídeo eurovisivo com mais visualizações no Youtube: 173 milhões já viram o videoclip oficial de Occidentalli's Karma.



Jon Ola Sand
No cargo de Supervisor Executivo da EBU/UER para o Festival Eurovisão, o norueguês Jon Ola Sand esteve em grande destaque durante o ano de 2017. Para além de ser um dos protagonistas por manter a  neutralidade do organismo máximo do certame na polémica entre Rússia e Ucrânia, Jon Ola Sand foi um dos responsáveis pela organização do concurso em Kiev, algo que esteve em risco... por diversas ocasiões. Mais recentemente, o Supervisor Executivo não poupou nos elogios aos planos da RTP para a organização da edição de 2018.



Kristian Kostov
Escolhido internamente pela emissora búlgara para representar o país em Kiev, o russo Kristian Kostov, com apenas 17 anos de idade, foi um dos grandes favoritos à vitória no Festival Eurovisão. "Beautiful Mess" foi uma das candidaturas mais bem cotadas na casa de apostas e, apesar de ter conquistado o 2.º lugar, com 615 pontos, tornou-se a melhor classificação da Bulgária e uma das candidaturas mais votadas da história do certame. Recentemente, Kristian marcou presença na Final do Miss World 2017 e existem rumores de que o cantor poderá estar na corrida pelo Festival Eurovisão de 2018...




Loreen
Vencedora do Festival Eurovisão 2012, Loreen surpreendeu a comunidade eurovisiva com o regresso ao Melodifestivalen, com o tema Statements. Participante na última semifinal, a cantora falhou o apuramento direto para a Grande Final do certame, tendo sido eliminada na Andran Chansen, sendo alvo de bastantes críticas nas redes sociais. Apesar do desaire, a cantora lançou Ride em novembro passado, o primeiro álbum desde 2013. "Euphoria" continua a ser escolhida como a melhor canção de sempre do Festival Eurovisão, feito repetido na votação cujos resultados foram divulgados ontem AQUI.




Sunstroke Project
Após o 22.º lugar no Festival Eurovisão 2010 e do sucesso internacional do Epic Sax Guy, o grupo Sunstroke Project alcançou, este ano, o passaporte para Kiev, depois de ter falhado o apuramento nacional em 2012 e 2015. Com Hey Mamma!, o grupo esteve fora dos grandes favoritos (e até mesmo dos potenciais apurados) durante a pré-temporada, tendo surpreendido tudo e todos com o 3.º lugar na Grande Final do Festival Eurovisão com 374 pontos, a melhor classificação de sempre do país. Foi, inclusive, a candidatura mais votada pelo televoto português.



Escolhida para representar a Rússia no Festival Eurovisão 2017 com Flame Is Burning, Yulia Samoylova foi impedida de entrar em território ucraniano depois de ter atuado na Crimeia, algo que viola a Constituição da Ucrânia. Apesar de ter manifestado o desejo de viajar para Kiev, mesmo com a possibilidade de ser detida, a emissora russa Channel1 abandonou a competição depois de semanas de incertezas. Também foi rejeitada a possibilidade de atuar via satélite. Depois do abandono, a emissora russa garantiu que Yulia Samoylova seria a representante do país em 2018, algo que ainda não foi oficializado.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem: ESCPortugal / Vídeo: Youtube

Sem comentários