Lisandro Cuxi: "Ir ao meu país representar a França é qualquer coisa. É um sonho"

Nascido em Portugal, Lisandro Cuxi está a um pequeno passo de conquistar o direito de representar França no Festival Eurovisão em Lisboa: "Eu nasci em Portugal, vim para França e agora poderia ir novamente a Portugal. É um sonho".

Vencedor do The Voice France, Lisandro Cuxi, cantor português de raízes cabo-verdianas, está perto de conquistar o direito de representar França no Festival Eurovisão 2018: o cantor de 18 anos é um dos 8 finalistas do Destination Eurovision, cuja final decorre esta noite.

"Se eu passar na final, vai ser uma coisa muito especial. Ir ao meu país representar a França é qualquer coisa. Eu nasci em Portugal, vim para França e agora poderia ir novamente a Portugal. É um sonho" afirmou o cantor em entrevista à Lusa, explicando que a canção "Eva", com a qual conquistou o primeiro lugar na primeira semifinal do certame, é um "hino à mulher": "A música fala de todas as mulheres que lutam para poder dar comida aos filhos, sozinhas. Tenho três irmãos e uma mana e a minha mãe sempre lutou para dar-nos comida. Sempre, sempre. E sempre sozinha. Nesta música falei de todas essas Evas, essas mulheres que lutam".

Sobre a final desta noite, cuja transmissão será assegurada pela France2, Lisandro garante que dará o seu melhor para conquistar o primeiro lugar: "Quero muito ir a Portugal. Somos oito e só um vai a Portugal. É uma pressão muito grande mas vou dar tudo o que tenho e é o público que vai escolher quem é o melhor representante francês".



Se Lisandro Cuxi conquistar o direito de representar França no Festival Eurovisão 2018, tornar-se-à o terceiro português a representar outro país no certame internacional. Nuno Resende, nascido no Porto, foi o representante da Bélgica no Festival Eurovisão de 2005 com "Le grand soir", tendo falhado o apuramento para a final do concurso. Em 2006, a Suíça foi representada pelo grupo Six4One; um dos seus membros é Marco Matias, natural de Braga e a residir atualmente na Alemanha. Com "If We All Give a Little" alcançou o 16.º lugar da final de Atenas.

Em 1977, França foi representada por Marie Myriam, cantora luso-descendente natural do Congo, conquistando a última vitória do país no concurso com "L'oiseau et l'enfant".





Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Lusa / Imagem: Google / Vídeo: Youtube

Sem comentários