Todas as semanas no ESCPORTUGAL, a crítica aos álbuns editados por artistas que participaram no concurso Eurovisão da canção e/ou seleções nacionais ao longo dos anos. Esta semana o destaque vai o mais recente disco de Demy.
 O responsável da rubrica é Carlos Carvalho.
Data de lançamento: 6 de novembro de 2017
Nota: 5/10

Demy pertence ao filão de artistas que são alvo fácil para a crítica especializada mas que, contra quase todas as expectativas, vão consolidando uma carreira a nível comercial, e “kontra”, o novo álbum, está já a dar o seu contributo. Sem querer entrar na expectável e fácil crítica destrutiva, a verdade é que ao ouvir “Kontra”, ficamos surpreendidos com a boa receção e sólido sucesso que Demy vem já construindo desde 2011. Uma vez mais, não há nada de memorável nem demasiado impactante, apenas um conjunto de temas agradáveis ao ouvido que falham em manter o nosso interesse ou a nossa vontade de ouvir por uma segunda vez. Também é verdade que ninguém a pode acusar de ser pretensiosa ou de tentar parecer aquilo que não é, mas apesar do potencial vocal limitado, a artista podia arriscar um pouco para se tornar mais aliciante ou, pelo menos, polir um pouco a sua receita musical, que é a mesma desde o seu single de estreia em 2011. 

“Kontra” tem a seu favor o facto de possuir uma série de singles, alguns lançados ainda em 2016, mas tudo sem efeito surpresa e numa massa demasiadamente homogénea, desde o europop presente no single corrente, “Me Ekdikeisai”, a temas perfeitos para programas de tv de massas, como é o caso de “Kontra Ston Chrono”, à obrigatória balada “Kyklos”. Com algum interesse, encontramos dois singles nos quais Demy não é a artista principal mas sim artista convidada. Falamos de “Me Oplo Tin Foni Sou” de Oge e do electro pop rock “Kati Pige Strava”, dos DiGi. 

Para os euro fãs, há muito material que os vai deliciar, principalmente os colecionadores, dado que apresenta as três canções com que Demy se propôs a representar a Grécia na Eurovisão 2017: “This is love”, “When the morning comes around” e “Angels”. Para além disso, inclui as versões em grego de “This is love” e “Angels” (“Oso zo” e “Kontra ston Chrono”, respetivamente). Mas a maior surpresa seja talvez uma versão em grego da canção que representou a Bulgária na Eurovisão em 2016, “If love is a crime”, defendida por Poli Genova, adquirindo aqui o título de “Isovia Mazi” (lançado em outubro de 2016). 

 “Kontra” entrou para o #13 do top nacional grego dos álbuns mais vendidos, chegando, na segunda semana ao #10, colocando, assim, os três álbuns de estúdio de Demy dentro do top 10. 

Tracklist
 1. Me Ekdikeisai 
2. Kontra Ston Chrono 
3. Oso Zo 
4. Kyklos 
5. Tha Meineis Fevgontas 
6. Ston Aera 
7. Isovia Mazi 
8. Emeis 
9. Me Oplo Tin Foni Sou (feat. Demy) 
10. Kati Pige Strava (feat. RadioAct & Demy) 
11. This Is Love (Bonus Track) 
12. When The Morning Comes (Bonus Track) 
13. Angels (Bonus Track) 
14. My Sweetest Missing Part (Bonus Track) 

 O single atual: “Στον Αέρα | Ston Aera “(Success Story OST) - Official Music Video:

 O primeiro lançamento após a eurovisão: Μ' Εκδικείσαι | Me Ekdikise - Official Music Video: 

 “This is love” (atuação na final da Eurovisão 2017): 

 “When the morning comes around” (2º classificada na seleção para a Eurovisão 2017): 

“Angels” (3ª classificada na selecção grega para a Eurovisão 2017):

 Isovia Mazi (versão "If Love Was a Crime" – Bulgária, 2016): 

 OGE – “Με oplo tin foni sou” feat. Charis Savva | Guest Star: Demy:

 DiGi – “Kati Pige Strava” feat. RadioAct & Demy :

 A ver: Demy & Poli Genova - If love was a crime (Ισόβια Μαζί) / Mad VMA 2016 by Coca-Cola & Viva Wallet:
 

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OPINIAO CARLOS CARVALHO / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top