Albânia: Público não votará na decisão do representante do país em Lisboa


A emissora da Albânia revelou que o vencedor do Festivali i Këngës 56 será decidido exclusivamente pela votação dos jurados. Os finalistas apenas serão revelados depois da segunda semifinal.

Depois de ter implementado a votação do público pela primeira vez na história do Festivali i Këngës na última edição, a emissora albanesa RTSH voltou a impôr a votação exclusiva do júri na final nacional para o Festival Eurovisão 2018. O anúncio foi feito por um representante da emissora antes da realização da semifinal de ontem: "Nesta edição o público não votará" afirmou Klozeta Kurti, "A principal ideia de publicar as canções no Youtube e na rádio foi deixar o público conhece-las e apoiar as favoritas no concurso".

De realçar que, o júri do Festivali i Këngës, cuja composição não foi ainda revelada, será o responsável pela seleção dos finalistas da competição, sendo que os apurados de cada gala apenas serão conhecidos após a segunda semifinal do concurso que decorrerá hoje, 22 de dezembro.

Estreante em 2004, a Albânia participou por catorze ocasiões no Festival Eurovisão, tendo disputado a grande final em sete ocasiões. O melhor resultado remonta a 2012 quando o país foi representado por Rona Nishliu e o tema Suus, terminando na 5.ª posição da final. Em Kiev, a Albânia foi representada por Lindita Halimi e o tema World terminando, na semifinal, no 14.º lugar com 76 pontos, nenhum deles oriundo de Portugal.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Wiwiblogs / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários