O cantor Carlos Paião celebraria, hoje, 60 anos de idade e esse aniversário será assinalado em Ílhavo com o lançamento de uma iniciativa que juntará mais de 600 músicos: a Milha - Festa da Música e dos Músicos de Ílhavo.

A primeira edição da Milha - Festa da Música e dos Músicos de Ílhavo decorrerá de 3 a 5 de novembro tornando-se na primeira edição de um eventual anual dedicado a um dos "filhos mais queridos" da terra, Carlos Paião. Falecido precocemente em 1988, o representante de Portugal comemoraria hoje, 1 de novembro, 60 anos de idade, aniversário que o projeto cultural 23 Milhas e a associação Cais do Som quiseram assinalar.

"Com um trajeto invulgar na música popular nacional, Carlos Paião é um símbolo de Ílhavo e, simultaneamente, de Portugal. (…) Queremos que seja uma inspiração para todos os músicos do concelho, pelo seu rasgo, qualidade e ambição" defendeu Luís Ferreira, diretor do programa 23 Milhas, revelando que as edições dos próximos anos decorrerão sempre por altura do aniversário do nascimento do cantor.

Com entrada gratuita, a primeira edição do evento contará com 600 músicos, estando previstos dez concertos na Casa da Cultura de Ílhavo e na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré. Além disso, o evento integra ainda duas oficinas sobre a obra de Carlos Paião, uma dirigida a escolas e outra a famílias. O ponto alto do programa acontecerá no domingo à tarde com um concerto das duas bandas filarmónicas do concelho na Gafanha da Nazaré, onde será tocado parte do repertório do músico que representou Portugal no Festival Eurovisão de 1981.

Aceda AQUI ao programa na íntegra.

Carlos Paião foi um dos mais marcantes cantores e compositores da música ligeira portuguesa na década de 80 do século passado, tendo participado em diversas edições do Festival da Canção. A estreia aconteceu em 1980 com "Amigos Eu Voltei", tema que falhou o apuramento para a Grande Final. No ano seguinte, com "Playback", um dos seus maiores sucessos de sempre, o cantor venceu o Festival da Canção com 203 pontos: em Dublin apenas conquistou 9 pontos, partilhando o 18.º lugar (penúltimo) com a Turquia. Compositor de "Trocas e Baldrocas", tema que conquistou o 2.º lugar no FC1982, Carlos Paião participou pela última vez no Festival da Canção em 1983, com Cândida Branca-Flor: a dupla conquistou o 4.º lugar com 148 pontos com "Vinho do Porto (Vinho de Portugal)".




Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem: Observador / Vídeo: Youtube

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top