Trinta anos depois de ter representado a Holanda em Dublin, Gerard Joling admitiu que tinha composto uma canção para representar o país no Festival Eurovisão em Lisboa: "Acho que a posso enviar para o Waylon, ele será o cantor perfeito para a interpretar".

Convidado do RTL Late Night, o cantor Gerard Joling, representante da Holanda no Festival Eurovisão de 1988, surpreendeu tudo e todos quando questionado sobre a sua opinião acerca da escolha de Waylon para Lisboa: "eu tencionava representar a Holanda no Festival Eurovisão 2018" respondeu. Trinta anos depois da sua participação eurovisiva, o cantor confessou que estava a planear enviar uma canção para a AVROTROS, pensando que "poderia fazê-lo até ao final de novembro".

Com 57 anos de idade, Joling admite que "poderia estar muito velho para o concurso, pois há muitos talentos jovens", mas garante que tinha uma grande canção: "É uma boa canção. Acho que a posso enviar para o Waylon. Ele será o cantor perfeito para a interpretar. Há umas grandes mudanças de tom: é a chamada canção colossal" confessou, mantendo a esperança de que o tema venha a ser escolhido para Lisboa.

Escolhido internamente pela emissora holandesa, Gerard Joling representou o país no Festival Eurovisão de 1988 com "Shangri-La", terminando na 9.ª posição com 70 pontos. Reconhecido eurofã, o cantor foi convidado em 2008 para representar o país em Belgrado: contudo, devido a uma tournéé dos De Toppers, o cantor declinou o convite. No ano seguinte, o grupo foi escolhido para representar a Holanda em Moscovo mas, devido a discórdias dentro da composição, Joling abandonou o grupo, regressando apenas em 2010. 




Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Escxtra /Imagem: Gerard Joling / Vídeo: Youtube

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top