A YLE confirmou que recebeu mais de 300 canções para o UMK 2018 mas, devido ao baixo nível apresentado, decidiu selecionar internamente Saara Aalto.


A televisão pública finlandesa YLE confirmou que recebeu mais de 300 submissões para o UMK 2018. A emissora tinha aberto as inscrições no certame e ia organizar uma final nacional para selecionar o artista e música que representariam o país em Lisboa, na Eurovisão 2018. As inscrições estiveram abertas durante a primeira semana de setembro e, até ontem, não havia qualquer suspeita do que estaria para acontecer.

Segundo fontes da emissora, o nível das submissões recebidas era baixo e nenhuma proposta agradou aos responsáveis. A YLE mostrou-se especialmente insatisfeita com os cantores apresentados, que considerou não estarem ao nível daquilo que pretende para a Eurovisão. Por esta razão, a emissora decidiu encetar negociações com Saara Aalto e acabou por escolhe-la internamente.

Os mais de 300 candidatos podem agora lançar os seus temas publicamente se assim entenderem.


O país nórdico estreou-se no certame em 1961, mas só ao fim de quarenta e cinco anos conseguiu vencer o concurso, representada pela banda Lordi e o tema Hard Rock Hallelujah. Em Kiev, o país foi representado por Norma John e Blackbird. Contudo, apesar do favoritismo, o país ficou de fora da grande final ao alcançar a 12.ª posição com 92 pontos, 14 deles oriundos de Portugal (7 do televoto e 7 do júri).

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

1 comentário(s):

Temas em Destaque

 
Top