Todas as quartas-feiras no ESCPORTUGAL, a crítica aos álbuns editados por artistas que participaram no Festival da Canção ao longo dos anos. O 4.º artigo da 'Zona de Discos' é o primeiro dedicado a um álbum estrangeiro. O responsável da rubrica é Carlos Carvalho.

Nicole - 12 Punkte (2017)


Data de lançamento: 14 de abril de 2017
Nota: 5/10

O novo álbum de Nicole (Alemanha, 82) chama-se “12 Punkte” (12 pontos), mas bem que se podia chamar “Danke Eurovision” (Obrigado, Eurovisão). Se houve alguém que viveu o ‘sonho eurovisivo’, esse alguém foi Nicole. A adolescente de 17 anos que, em 1982, deu a tão desejada vitória eurovisiva alemã, converteu-se, graças à plataforma europeia, num fenómeno de vendas em toda a Europa, chegando até ao #1 da tão difícil tabela britânica, algo que mais nenhuma canção vencedora após 1982 conseguiu (sim, nem mesmo os Katrina and The Waves, em 1997).

Desde então, o sucesso comercial de Nicole ficou sempre a léguas de “Ein bißchen Frieden” mas, curiosamente, Nicole tem conseguido uma carreira discográfica extremamente estável, mesmo na feroz década de 90, no auge da venda dos cds, com vendas suficientes que sugerem uma sólida base de fãs que lhe permite gravar praticamente todos os anos.

Assim, em jeito de comemoração das 35 primaveras após o triunfo em Harrogate, a vitória que a celebrizou em definitivo, Nicole lança um novo disco intitulado “12 Punkte”, no qual a artista alemã interpreta, à sua maneira, em alemão, doze temas vencedores da Eurovisão. As canções escolhidas situam-se em 1966 e 2013 e, de um modo geral, houve a preocupação de se manter o mais fiel possível à gravação original. Mais do que qualquer outro adjectivo, “12 Punkte” reveste-se de carinho. Não é um disco com ambições internacionais e não é a manifestação de nenhum desejo de voltar à ribalta europeia. Como acontece com quase todas as versões, os originais são sempre melhores e a simples produção de “12 Punkte” poderá dar a imagem metafórica de algo granulado e muito pixelizado, alvo de crítica fácil. No entanto, todos os temas apresentados fazem parte da moldura eurovisiva, da moldura de todos os euro fãs, visitada por uma vencedora, e é um disco que se destina aos seus fãs e aos fãs eurovisivos. Não compliquemos.

Temas destacados por Carlos Carvalho: 

 Halt mich fest (Hold me now, Irlanda, 1987) e Mercie Chérie (Mercie Chérie, Áustria, 1966):

 

 Os vídeos oficiais:  Geh diesen Weg mit mir (Fly on the wings of love):

 

 Ein bisschen Frieden:

 


O alinhamento do álbum: 

1. Waterloo – versão alemã (Waterloo, Suécia, 1974); 
2. Halt mich fest (Hold me now, Irlanda, 1987); 
3. Geh diesen weg mit mir (Fly on the wings of love, Dinamarca, 2000); 
4. Hallelujah (Hallelujah, Israel, 1979); 
5. Mercie Chérie (Mercie Chérie, Áustria, 1966); 
6. Extreme – Insieme (Insieme: 1992, Itália, 1990); 
7. Küsse von Dir (Save Your Kisses for Me, Reino Unido, 1976); 
8. Was ist schon ein Jahr (What's another year, 1980); 
9. Ding-a-dong (Ding-a-dong, Holanda, 1975); 
10. Dann kamst du (Après toi, Luxemburgo, 1972); 
11. Tausend Tränen (Only teardrops, Dinamarca, 2013); 
12. Euphoria (Euphoria, Suécia, 2012); 
13. Ein bisschen Frieden (Ein bißchen Frieden, Alemanha, 1982); 
14. Waterloo – versão em ingles (Waterloo, Suécia, 1974) 
15. Fly on the wings of love - Nicole e Olsen Brothers 
16. Insieme - Nicole e Kerkeling, Hape




Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OPINIAO CARLOS CARVALHO / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top