O grupo Amor Electro levou ao rubro a multidão que não quis perder esta noite em Canedo, Santa Maria da Feira. O ESCPORTUGAL acompanhou o concerto e traz o relato para os nossos leitores. 

Os Amor Electro levaram ao rubro o público de Canedo, Santa Maria da Feira, que lotou literalmente o parque de Nossa Senhora da Piedade. Pouco passava das 23h30 do dia 21 quando um solo instrumental invadiu o recinto, até que Mariza Liz entra em palco para cantar ‘Adeus tristeza’, uma versão bem eletrónica deste tema celebrizado por Fernando Tordo no início dos anos 80. Enérgico, cortante, conquistando toda a gente de imediato, para que não restassem dúvidas dos 90 minutos que se seguiam. Neste concerto, no qual o ESCPORTUGAL esteve presente, os temas originais da banda formada há 7 anos foram intercalados com versões de canções que fazem parte da história da música contemporânea portuguesa, como ‘Estrela da tarde’, celebrizada na voz de Carlos do Carmo no Festival da Canção de 1976. O primeiro tema original da banda a ser interpretado esta noite foi “Só é fogo se queimar”, precisamente um dos últimos a ser editado. 



Entre cada tema, a vocalista Mariza Liz fez as honras da casa e mostrou-se visivelmente rotinada a motivar reações acaloradas de uma plateia conhecedora, não fosse este o 30.º concerto da banda desde o início da ‘época alta’ do verão de 2017. As expectativas do público não saíram goradas: os grandes êxitos foram ouvidos como ‘Mar salgado’, ‘Rosa Sangue’, ‘A nossa casa’ ou ‘A máquina (acordou)’. Momento alto da noite: ‘Juntos somos mais forte’, tema que em 2016 conquistou todos os portugueses e, em particular, o público deste concerto que acompanhou o tema na íntegra. O ESCPORTUGAL transmitiu este momento em direto, através de smartphone no facebook. Fomos acompanhados por mais de 650 leitores, como pode recordar AQUI



Do concerto destaca-se também ‘Foram Cardos, Foram Prosas’, tema originalmente cantado por Manuela Moura Guedes, ‘Sete mares’ dos Sétima Legião e ‘Barco Negro’, de Amália Rodrigues, que nesta noite foi tudo menos fado. Novas roupagens para êxitos de sempre. O concerto terminou, já no encore, com ‘Bang’, uma versão lenta do original da cantora brasileira Anitta. 



Fez falta no alinhamento ‘O Amor é maior que a vida’, tema de Mariza Liz e Tiago Pais Dias com o qual concorreram ao Festival da Canção de 2012 para a voz de Joana Leite e que normalmente apresentam nos seus concertos com uma nova roupagem. E também momentos  a solo para que pudéssemos ouvir melhor o excelente trabalho dos músicos que compõem esta banda: para além de Tiago Pais Dias, Rui Rechena, Ricardo Vasconcelos e Mauro Ramos. 



Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: ESCPORTUGAL

5 comentário(s):

  1. Anónimo08:29

    Tenho pena que a marisa liz esteja no juri deste ano. Sinal de que nao vai ter uma cancao no concurso. 😣

    ResponderEliminar
  2. Anónimo12:28

    Gosto muito dos Amor Eletro mas ha um mes e tal estiveram em Espinho e o concerto estava marcdo para as 22 e começaram pouco depois das 23... O publico estava mesmo chateado e so sabia assobiar e apupar... E o melhor e que as 00:00 ja tinha acabado...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo14:41

    Eu estive lá... :)

    ResponderEliminar
  4. Anónimo15:24

    Excelente artigo. Obrigada

    ResponderEliminar
  5. Anónimo15:56

    Excelente artigo. Obrigada

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top