Quarenta e um anos depois de ter sido desclassificado da competição europeia, o cantor alemão Tony Marshall quer participar no Festival Eurovisão que será sediado em Portugal: "Nos últimos anos só temos sido humilhados".

Venceu a final nacional alemã para o Festival Eurovisão em 1976, mas acabou arredado do concurso internacional depois de ter sido descoberto que "Der Star" havia sido apresentada antes do certame por uma cantora israelita. Contudo, 41 anos depois, o cantor Tony Marshall garante que quer participar no Festival Eurovisão 2018, edição que será sediada em Lisboa.

"Nos últimos anos só temos sido humilhados" afirmou o cantor a uma publicação alemã, "Doze pontos não sei do quê... A Eurovisão é sobre música! Devemos é pensar nisso". Sobre o facto da emissora NDR ainda não ter revelado os seus planos para a competição de 2018, Tony Marshall garante que está pronto para os vários cenários: "Eu estou pronto, seja qual for o processo. Quero é competir com uma canção alemã" reiterou, garantindo que os 80 anos que terá em maio não serão entrave para o concurso.

Questionado sobre a polémica que o colocou de fora do Festival Eurovisão de 1976, o cantor manifestou grande mágoa: "Foi uma grande decepção para mim. Por isso, vou agora começar a preparar a participação no próximo ano".


Estreante em 1956 e com 61 participações no curriculum, a Alemanha atravessa a pior fase de resultados da sua história. Depois da vitória em 2010 e dos tops 10 dos dois anos seguintes, o país não conseguiu, nos últimos anos, superar a 18.ª posição na Grande Final. Levina e "Perfect Life" foram os representantes alemães em Kiev, sendo que conseguiram escapar ao último lugar da Grande Final ocupado pelo país nas duas últimas edições: contudo, a candidatura não foi além do 25.º (e penúltimo) lugar com apenas 6 pontos. Recorde a atuação de seguida:


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: WolsburguerNews / Imagem: NDR / Vídeo: Youtube

11 comentário(s):

  1. Anónimo22:34

    Naaaao! Old people não por favor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:05

      Sr. Anonimo a discriminação não lhe fica nada bem [-(

      Eliminar
    2. Anónimo00:33

      Naaaaao! Comentários de adolescentes ranhosos não por favor!

      Eliminar
    3. Anónimo03:09

      preferível este homem do que qualquer coisa Rússia 2012

      Eliminar
    4. Anónimo12:48

      Preferível este homem que a Julia Samoylova da Rússia.

      Eliminar
    5. Anónimo19:24

      Nunca estão contentes, irra! Nem o facto da eurovisão ser em Portugal (um sonho antigo de todos), faz com que esta gente se acalme! Há uma expressão popular que diz "quem quer, vai - não manda!"

      Eliminar
  2. Anónimo23:52

    A canção "Der Star" é muito bonita. E a voz do Tony Marshal é imensa!

    ResponderEliminar
  3. Mas este também já ouviu dizer que Portugal é o país da terceira idade? Quando se persegue tanto a juventude é porque muita coisa ficou por realizar e creio que uma simples presença num concurso de cantigas não é algo tão indispensável na vida de uma pessoa que dê lugar a frustração. Com tanta coisa boa que há para gozar ao longa de uma vida...

    ResponderEliminar
  4. Mas o Artur Garcia não é português?

    ResponderEliminar
  5. Não sei se vai dar certo. Pode ser uma Bósnia 2011 ou um Reino Unido 2012.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo18:00

    A Alemanha merecia mais que o penúltimo lugar, este ano. Aliás, não tem levado tão más músicas para acabar na cauda do ESC nos últimos anos!!!

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top